IsCool App lança módulo Lição de Casa

Novidade facilita o envio das tarefas para os alunos através do aplicativo, permitindo também maior engajamento dos pais

Hoje, a lição de casa é parte integrante do processo educacional. Torna o aprendizado mais fácil e mais eficaz. Por isso, o IsCool App está lançando o módulo Lição de Casa, somando essa importante funcionalidade ao menu do aplicativo de comunicação escolar. “É uma das novidades que preparamos em relação ao aprimoramento do aplicativo em 2020”, diz a gerente de produtos e novos negócios, Tálita Barão.

Segundo ela, o IsCool App está em constante desenvolvimento. Sendo assim, as novidades desse ano não devem parar por aí. “Estamos sempre atentos às necessidades das escolas e o módulo Lição de Casa veio ao encontro dos pedidos que recebemos por parte das escolas para facilitar a rotina dos professores em sala de aula”, conta. O módulo Lição de Casa oferece alguns benefícios, confira a seguir:

  • Mais rapidez e praticidade para o professor enviar a lição de casa via mobile;
  • Maior engajamento dos pais;
  • Envio de arquivos, imagens e links de apoio;
  • Maior organização das tarefas, incluindo data de entrega e integração com calendário.

Não há custo adicional para o colégio que tiver interesse na nova funcionalidade. Basta que o representante da escola solicite a habilitação do módulo Lição de Casa junto à equipe de suporte do IsCool App.

Navegação fácil e intuitiva

A área de criação da tarefa é bastante intuitiva, com a fácil visualização dos campos de título, descrição, prazo de entrega e anexos para serem preenchidos. Nela, o professor determina também para qual turma é destinada a lição de casa, podendo enviar facilmente o mesmo conteúdo para mais de uma turma ao mesmo tempo.

De acordo com Rafael Cruz, gerente de TI, o módulo Lição de Casa foi pensado para facilitar a rotina do professor, oferecendo a tecnologia como aliada ao progresso dos alunos.“A navegação intuitiva é um dos pontos fortes, não só do módulo Lição de Casa, mas do aplicativo com um todo”, ressalta.

Assim como em todos os módulos, a funcionalidade já foi lançada com vídeo tutorial, o que é um diferencial do aplicativo. “A interface é bastante intuitiva, tanto no portal como nos mobiles. Porém, os tutoriais do IsCool App reforçam a praticidade para a escola, que pode acessar os vídeos a qualquer momento e engajar ainda mais seus colaboradores no uso da ferramenta.”, afirma Tálita.

Saiba mais sobre outras funcionalidades engajadoras do IsCool App:

Especial Matrícula 2020: por que optar pela assinatura digital de contratos

Como a Integração do IsCool App pode contribuir para a volta às aulas

Como tornar as reuniões e encontros com os pais ainda mais eficazes com o uso do aplicativo

Galeria de fotos e seu poder de engajamento dos pais

A importância do calendário escolar digital

Lição de Casa: ferramenta de assimilação

O professor bem sabe que a organização da lição de casa é um momento crítico no processo de ensino e educação. Um dos obstáculos, por exemplo, é que o aluno pode esquecer-se de anotar a tarefa na agenda física ou, mesmo que anote, o pai pode não ler a anotação depois.

Já no aplicativo, com as notificações push (notificações que aparecem na tela inicial do celular), sabemos que a taxa de visualização imediata de novos recados da escola é de 90%. Assim, fica mais fácil para as famílias visualizarem as mensagens importantes do colégio, como a Lição de Casa.

Vale ressaltar que aprender em casa pode contribuir para o processo geral de estudo. Uma das tarefas importantes que a escola moderna está enfrentando é melhorar a qualidade do ensino. E a lição de casa é uma ótima ferramenta nesse sentido.

Abaixo, listamos 4 fatos sobre a Lição de Casa que talvez você não saiba:

  1. O pedagogo italiano Roberto Nevilis é considerado o verdadeiro inventor da lição de casa, em 1905. Desde a época em que a lição de casa foi inventada, essa prática se tornou popular em todo o mundo.
  2. Estudos comprovam que a lição de casa desempenha um papel importante na melhoria da qualidade do conhecimento dos alunos.
  3. A lição de casa é uma maneira de desenvolver a iniciativa, independência, individualidade e imaginação criativa dos alunos.
  4. Lição de casa não é um meio de controlar o aluno, mas sim uma oportunidade de dedicar tempo ao assunto estudado.

Durante a aprendizagem na escola, ocorre uma assimilação concentrada do material estudado. Depois, o conhecimento adquirido é esquecido. Para evitar esse esquecimento, é necessário fazer a lição de casa.

Ao elaborar uma tarefa para crianças, os professores devem perceber que o processo de assimilação de material educacional passa por estágios obrigatórios:

  • Percepção;
  • Compreensão;
  • Fixação;
  • Formação de habilidades;
  • Aplicação de novos conhecimentos e habilidades na prática.

Atualmente, os professores envolvem diversos tipos de lição de casa no processo de estudo, entre eles:

  • Exercícios escritos;
  • Realização de trabalhos criativos;
  • Preparação de relatórios sobre o material estudado;
  • Realização de observações e experimentos.

Como vimos, o sucesso do ensino depende do sucesso da preparação da lição de casa. Esse aspecto é considerado desde o momento em que o dever de casa foi inventado. Agora, queremos saber: Qual a importância da lição de casa para o seu colégio? Conte pra gente nos comentários!

10 dicas infalíveis para engajar os professores com seu aplicativo escolar

Bem antes dos pais e alunos, os professores devem ser os primeiros a apostar na ferramenta mobile para que não somente a comunicação seja efetiva, mas também que a boa imagem do colégio seja mantida e até que seus projetos pedagógicos tenham sucesso; veja dica de como tê-los como verdadeiros aliados

Como-Engajar-Professores-IsCool App

Engajar os pais e os alunos é um desafio constante de qualquer colégio, mas você já parou para pensar na importância e na dificuldade de engajar, antes de tudo, o professor? Afinal, é ele quem vai difundir o conceito e as ideias diferenciadas da instituição, vestir a camisa da empresa e fazer com que os projetos saiam do papel.

Por “n” motivos, coordenadores e gestores encontram muitas dificuldades de engajar seus próprios colaboradores ao longo do ano. Se o assunto é o uso da tecnologia em sala de aula, então, o trabalho é dobrado, já que até a diferença de gerações e conceitos conta.

Ferramenta de sucesso no funcionamento da rotina administrativa, o aplicativo de comunicação escolar pode se tornar um aliado estratégico na hora de engajar também os professores, isso porque reúne várias soluções que ajudam a facilitar o próprio dia a dia deles dentro da sala de aula e tornar suas aulas ainda mais eficientes.

Já tem um aplicativo de comunicação? Então confira as dicas. E se ainda não tem, entenda a importância de aderir a essa ideia.

 

1) Consulte seus professores

Se o seu colégio já possui uma política de gestão colaborativa, então é de praxe que qualquer decisão importante seja tomada em conjunto, o que é o cenário ideal. Caso seu corpo pedagógico ainda não entenda o funcionamento de um aplicativo, a dica é apresentar a ferramenta de forma aberta e clara, tendo como protagonista o professor, destacando sua usabilidade em sala e inserindo cada profissional no planejamento.

Consulte a opinião deles, abra para que eles explorem o app e façam perguntas. Assim, eles entenderão a importância do novo sistema e não irão encarar a empreitada como apenas mais uma ferramenta que vai dar trabalho.

Não esqueça, ainda, de construir um bom planejamento com objetivos e etapas da implantação. Se houver alguma resistência, a dica é que o processo de adaptação seja feito em etapas para que sua necessidade se mostre na prática.

 

2) Treine (bem) seus professores

Uma vez selecionado o aplicativo, mesmo que nem todos os colaboradores estejam diretamente envolvidos, eles precisam entender do funcionamento dele. Faça treinamento prático, envolva a equipe do app, se preciso, e mostre que ele veio para somar ajuda.

É importante, também, eleger um representante oficial do app no colégio para dar assistência integral aos professores, seja no TI, na gestão ou na comunicação. Ao surgimento de novas atualizações e funções no aplicativo, promova workshops, envie notícias, vídeos tutoriais, indique como espera que eles utilizem a novidade na prática.

 

3) Utilize o app como principal ferramenta de comunicação interna

Esqueça aplicativos gratuitos, que trazem informalidade à sua comunicação. Crie grupos variados de comunicação entre os colaboradores dentro do próprio app e, principalmente: alimente esses canais. Que tal apresentar mais que informações, mas deixar que eles também se expressem? Que tal deixar que eles próprios criem grupos e pratiquem a comunicação entre si?

É importante continuar com os murais e outros meios que reforcem a comunicação, mas o aplicativo escolar traz muito mais seriedade e efetividade à comunicação interna, podendo ser utilizado em horários específicos.  Reavalie o uso do wifi se preciso, sempre tendo a política de uso bem clara e transparente.

 

4) Dê autonomia aos professores no aplicativo, torne-o seu diário de classe

Tente não tornar o aplicativo de comunicação uma ferramenta restrita ao uso de uma área específica do colégio, como a gestão ou TI. Entre os cases de maior sucesso no uso do app, estão os colégios que permitem que os professores falem diretamente com os pais e alunos e, diariamente, alimentam os comunicados com informações importantes sobre as atividades do dia a dia.

Para que isso ocorra tranquilamente, basta treinamento, organização e orientação aos professores, além de um olhar apurado e bem de perto de tudo o que está sendo passado aos pais. Isso se chama cuidado.

 

5) Eleja o app como ferramenta única para facilitar a rotina dos professores

Torne o app o diário de classe do professor para que ele alimente apenas um canal por dia, e de uma só vez, facilitando a rotina e dando mais chance de sucesso ao aplicativo. Insira, ainda, os links externos necessários dentro do próprio app, para que o professor não saia desse ambiente e se perca com as informações.

 

6) Torne o aplicativo sua maior ferramenta de endomarketing

O aplicativo traz o ambiente propício para criar ações de endomarketing. Engajar o professor quer dizer, também, homenageá-lo, em público, por exemplo. Para isso, utilize-se do feed de notícias ao quais os pais também têm acesso. Não é bom saber quando um professor querido faz aniversário, promove uma ação importante ou ganha um prêmio? E que tal mostrar como as aulas de um professor são dinâmicas?

Faça do aplicativo de comunicação o jornal virtual da empresa, com destaque para mensagens encorajadoras, compartilhamento de informações importantes e campanhas. Não é interessante receber uma palavra de alento e motivação toda semana?

 

7) Faça enquetes e pesquisas com seus professores

Seu aplicativo tem uma rica fonte de informação: as enquetes. Em administrações colaborativas, elas são de extrema importância para medir o humor, a satisfação dos colaboradores e consultar sobre ações futuras. Tenha sempre uma pergunta a fazer, mas não se esqueça: se está se propondo a perguntar, então precisa se propor a mudar, ou seja, as enquetes devem vir seguidas de ações concretas.

 

8) Deixe o calendário escolar sempre atualizado

É possível criar calendários e mantê-los atualizados para que seus professores estejam sempre atentos aos acontecimentos da escola. Lembre sobre treinamentos, reuniões e eventos em geral, tudo de forma clara, transparente e aberta. Lembre, ainda, sobre datas comemorativas inusitadas, como dia do amigo, dia da música, etc.

 

9) Tenha sempre um canal de suporte aos professores e seja acessível

O professor também quer ser ouvido, precisa sentir-se seguro em colaborar e expressar a sua opinião, por isso a necessidade de criar esse canal de suporte em tempo integral. Faz parte do endomarketing, faz parte de uma comunicação interna de sucesso e pode até ser feita, de alguma maneira, pelo comunicador mobile. Mas não deixe que os atendimentos individuais pessoais se percam e que toda ideia de comunicação integrada seja colocada em xeque. Muito antes do celular estão pessoas, que precisam de atenção e motivação.

 

10) Apresente dados sobre o retorno e feedback dos pais

Por fim, e não menos importante, mostre aos colaboradores que tanto estão se esforçando os números e resultados positivos com a implantação do aplicativo e trabalho de cada um. Apresente dados de adesão, exemplos bem-sucedidos de ações e reconheça que, se não fosse por eles, o sucesso não seria possível.