9 dicas de endomarketing para aplicar em seu colégio

Direto do mundo dos negócios para a sua escola, conheça algumas das técnicas de comunicação interna e marketing que podem ajudar a engajar seus professores e colaboradores

Endomarketing na escola_IsCool App

Em sua missão de oferecer o melhor resultado em educação e formação para a vida, os colégios focam suas ações nos alunos e no engajamento deles em sala de aula. Mas você, coordenador ou diretor, já parou para pensar nos projetos desenvolvidos para engajar os próprios professores e demais colaboradores?

Se a resposta é sim, então já ouviu falar de endomarketing, termo utilizado para projetos e campanhas de marketing voltadas para o público interno. Além do mais, também sabe que ele pode (e deve) ser implantado em sua instituição.

Agora, se a resposta é não, então a dica é acompanhar ao longo dessa matéria alguns exemplos de como se beneficiar dessas ações e construir um grupo de funcionários que veste a camisa e ajuda o colégio a conquistar seus mais ousados objetivos.

 

O que é endomarketing, afinal?

O endomarketing é uma ferramenta estratégica e de gestão. Entre seus muitos benefícios estão: comunicação mais clara, divulgação de boas práticas, despertar o interesse dos colaboradores, atrair profissionais e conquistar mais credibilidade, fortalecendo sua marca.

“Infelizmente ainda são poucas as empresas que utilizam-na de forma mais efetiva e assertiva, o foco de muitas delas ainda está preso na comunicação mais simplificada, sem visão estratégica para o negócio como um todo e sem geração de valores”, explica Débora Santos, diretora de RH da Enforce Group e especialista em projetos de endomarketing.

Ainda para ela, o endomarketing pode ser o segredo do sucesso de grandes corporações e das famosas startups: “É notável que empresas multinacionais, algumas nacionais de grande porte e as startups estão mais inseridas neste universo do endomarketing, pois compartilham de uma visão mais evoluída e descentralizada, que as tornam diferencial no mercado“.

 

O endomarketing nas escolas

Apesar de ter origem em grandes ambientes corporativos, a técnica não se restringe a um ramo específico. “A área da educação tem várias formas de utilizar a ferramenta para gerar resultados significativos para o negócio, processos e pessoas. Pode-se utilizar a ferramenta em ações de integração entre os profissionais, incentivar a participação em soluções de problemas e ações para o negócio, etc.”, expõe Débora.

 

Inicie ou renove seu projeto de endomarketing com 9 dicas:

1) Comece pelo básico

Dentro do ambiente escolar, a prioridade é sempre para ações voltadas aos alunos e pais de alunos e pouco material sobre o assunto é encontrado. Por isso mesmo, quando pensar em comunicação interna, a dica é começar pelo básico, pois a novidade pode estar justamente aí. Segundo a especialista em endomarketing e autora do livro “Sorria, você trabalha aqui”, Analisa de Medeiros Brum, trabalhar o básico em comunicação interna consiste em três pilares: transparência, qualidade e afeto. Com esse conceito, qualquer projeto será inovador e trará bons frutos.

 

2) Tenha um canal de comunicação exclusivo

Foque as mídias sociais tradicionais no seu público externo, com conteúdo de marketing que atraia olhares dos atuais clientes e clientes em prospecção. Para seus colaboradores, tenha um canal próprio e de acesso exclusivo de comunicação interna. Os jornais corporativos ainda trazem resultados satisfatórios, a diferença é que agora eles podem ser apenas digitais. A dica é aproveitar o seu aplicativo de comunicação escolar para construir esse canal, enviando mensagens diretas ou para todo o grupo e incluindo fotos e vídeos para que elas se tornem mais atrativas, como uma rede social interna segura e oficial.

 

3) Dê voz ao líder

O diretor ou mantenedor é o primeiro e principal canal de comunicação interna de uma escola. Se esse líder reúne competências que já cativam seus colaboradores no dia a dia do colégio, como o entusiasmo e a empatia, por exemplo, por que não dar mais voz a ele? O diretor pode estar à frente de pequenas homenagens aos colaboradores, como aniversários, e ainda ter um canal só seu, onde possa transmitir semanalmente mensagens de motivação e reflexão a todos os funcionários.

 

4) Dê voz ao colaborador, principalmente

Antes de realizar qualquer estratégia, tenha em mãos informações importantes sobre seus colaboradores, como comportamento, desejos e ambições. É preciso entender sobre cada particularidade para poder propor estratégias engajadoras de sucesso. Para isso, nada como deixar com que seus funcionários sejam ouvidos, pode ser via pesquisa de satisfação e opinião ou por meio de um canal de comunicação em que eles se sintam à vontade em compartilhar.

Mais que isso, envolva seu time em ações estratégicas importantes, como já vimos na matéria sobre administração participativa e colaborativa dentro das escolas. Somente sentindo que são importantes para empresas e de que têm suas opiniões consideradas, estarão aptos a se engajar.

 

5) Faça com que o colaborador sinta orgulho em fazer parte

Uma matéria sobre o colégio foi publicada no jornal da cidade? A escola participou de um evento importante? Um professor foi homenageado? Estampe a notícia para todos acompanharem e se sentirem parte daquele mérito, sentirem-se reconhecidos. Sempre que possível, transmita ao seu colaborador que o trabalho dele é importante.

 

6) Comunicação visual é tudo

A identificação das cores e do logo do colégio deve estampar os murais, corredores, salas de aula, de reunião e ainda estar presente em detalhes como canetas e até balas personalizadas espalhadas pelo prédio, aumentando assim a chance de interação do funcionário. O cuidado é apenas para não exagerar na poluição visual e acabar fazendo um marketing inverso. Nos comunicados, por exemplo, vale lançar mãos de itens como letras de fontes mais arredondadas e cores em tom pastel, evitando, inclusive, o branco, que pode lembrar distanciamento.

 

7) Eventos são esperados…

Dos pequenos, divididos por setores, aos maiores ou até externos, os eventos ainda são poderosas ferramentas engajadoras. Mas eles precisam ser só deles, dos colaboradores. Invista em comemorações de aniversário de idade e de casa, comemore pequenas conquistas em conjunto, busque treinamentos e crie oportunidade para que seus funcionários estejam em constante capacitação. O setor educacional realiza seminários e congressos constantemente, uma ótima oportunidade de oferecer conteúdo de qualidade a eles, valorizando ainda mais seus conhecimentos.

 

8) … Brindes também

Quem não gosta de receber presente? Sim, os brindes personalizados funcionam, mas distribuir apenas canetas ou presentes de uso do dia a dia escolar pode não ser a melhor saída. Procure inovar, criar novas possibilidades e surpreender quando menos se espera. Lembre-se: inovação não precisa ser necessariamente algo caro e diferente, pode ser um simples benefício. Um desconto na livraria parceira ou um dia de beleza como presente em homenagem ao dia da Mulher também são saídas interessantes.

 

9) Não se esqueça do manual de integração e boas-vindas

Quando um funcionário inicia sua jornada em uma nova empresa, é preciso cuidado especial para transmitir a cultura e, claro, as regras. Quando tudo está muito claro dentro das integrações e do material apresentado, a manutenção é mais simples, por isso, invista em um material mais didático e de qualidade e não se esqueça de calorosas boas-vindas.

10 dicas infalíveis para engajar os professores com seu aplicativo escolar

Bem antes dos pais e alunos, os professores devem ser os primeiros a apostar na ferramenta mobile para que não somente a comunicação seja efetiva, mas também que a boa imagem do colégio seja mantida e até que seus projetos pedagógicos tenham sucesso; veja dica de como tê-los como verdadeiros aliados

Como-Engajar-Professores-IsCool App

Engajar os pais e os alunos é um desafio constante de qualquer colégio, mas você já parou para pensar na importância e na dificuldade de engajar, antes de tudo, o professor? Afinal, é ele quem vai difundir o conceito e as ideias diferenciadas da instituição, vestir a camisa da empresa e fazer com que os projetos saiam do papel.

Por “n” motivos, coordenadores e gestores encontram muitas dificuldades de engajar seus próprios colaboradores ao longo do ano. Se o assunto é o uso da tecnologia em sala de aula, então, o trabalho é dobrado, já que até a diferença de gerações e conceitos conta.

Ferramenta de sucesso no funcionamento da rotina administrativa, o aplicativo de comunicação escolar pode se tornar um aliado estratégico na hora de engajar também os professores, isso porque reúne várias soluções que ajudam a facilitar o próprio dia a dia deles dentro da sala de aula e tornar suas aulas ainda mais eficientes.

Já tem um aplicativo de comunicação? Então confira as dicas. E se ainda não tem, entenda a importância de aderir a essa ideia.

 

1) Consulte seus professores

Se o seu colégio já possui uma política de gestão colaborativa, então é de praxe que qualquer decisão importante seja tomada em conjunto, o que é o cenário ideal. Caso seu corpo pedagógico ainda não entenda o funcionamento de um aplicativo, a dica é apresentar a ferramenta de forma aberta e clara, tendo como protagonista o professor, destacando sua usabilidade em sala e inserindo cada profissional no planejamento.

Consulte a opinião deles, abra para que eles explorem o app e façam perguntas. Assim, eles entenderão a importância do novo sistema e não irão encarar a empreitada como apenas mais uma ferramenta que vai dar trabalho.

Não esqueça, ainda, de construir um bom planejamento com objetivos e etapas da implantação. Se houver alguma resistência, a dica é que o processo de adaptação seja feito em etapas para que sua necessidade se mostre na prática.

 

2) Treine (bem) seus professores

Uma vez selecionado o aplicativo, mesmo que nem todos os colaboradores estejam diretamente envolvidos, eles precisam entender do funcionamento dele. Faça treinamento prático, envolva a equipe do app, se preciso, e mostre que ele veio para somar ajuda.

É importante, também, eleger um representante oficial do app no colégio para dar assistência integral aos professores, seja no TI, na gestão ou na comunicação. Ao surgimento de novas atualizações e funções no aplicativo, promova workshops, envie notícias, vídeos tutoriais, indique como espera que eles utilizem a novidade na prática.

 

3) Utilize o app como principal ferramenta de comunicação interna

Esqueça aplicativos gratuitos, que trazem informalidade à sua comunicação. Crie grupos variados de comunicação entre os colaboradores dentro do próprio app e, principalmente: alimente esses canais. Que tal apresentar mais que informações, mas deixar que eles também se expressem? Que tal deixar que eles próprios criem grupos e pratiquem a comunicação entre si?

É importante continuar com os murais e outros meios que reforcem a comunicação, mas o aplicativo escolar traz muito mais seriedade e efetividade à comunicação interna, podendo ser utilizado em horários específicos.  Reavalie o uso do wifi se preciso, sempre tendo a política de uso bem clara e transparente.

 

4) Dê autonomia aos professores no aplicativo, torne-o seu diário de classe

Tente não tornar o aplicativo de comunicação uma ferramenta restrita ao uso de uma área específica do colégio, como a gestão ou TI. Entre os cases de maior sucesso no uso do app, estão os colégios que permitem que os professores falem diretamente com os pais e alunos e, diariamente, alimentam os comunicados com informações importantes sobre as atividades do dia a dia.

Para que isso ocorra tranquilamente, basta treinamento, organização e orientação aos professores, além de um olhar apurado e bem de perto de tudo o que está sendo passado aos pais. Isso se chama cuidado.

 

5) Eleja o app como ferramenta única para facilitar a rotina dos professores

Torne o app o diário de classe do professor para que ele alimente apenas um canal por dia, e de uma só vez, facilitando a rotina e dando mais chance de sucesso ao aplicativo. Insira, ainda, os links externos necessários dentro do próprio app, para que o professor não saia desse ambiente e se perca com as informações.

 

6) Torne o aplicativo sua maior ferramenta de endomarketing

O aplicativo traz o ambiente propício para criar ações de endomarketing. Engajar o professor quer dizer, também, homenageá-lo, em público, por exemplo. Para isso, utilize-se do feed de notícias ao quais os pais também têm acesso. Não é bom saber quando um professor querido faz aniversário, promove uma ação importante ou ganha um prêmio? E que tal mostrar como as aulas de um professor são dinâmicas?

Faça do aplicativo de comunicação o jornal virtual da empresa, com destaque para mensagens encorajadoras, compartilhamento de informações importantes e campanhas. Não é interessante receber uma palavra de alento e motivação toda semana?

 

7) Faça enquetes e pesquisas com seus professores

Seu aplicativo tem uma rica fonte de informação: as enquetes. Em administrações colaborativas, elas são de extrema importância para medir o humor, a satisfação dos colaboradores e consultar sobre ações futuras. Tenha sempre uma pergunta a fazer, mas não se esqueça: se está se propondo a perguntar, então precisa se propor a mudar, ou seja, as enquetes devem vir seguidas de ações concretas.

 

8) Deixe o calendário escolar sempre atualizado

É possível criar calendários e mantê-los atualizados para que seus professores estejam sempre atentos aos acontecimentos da escola. Lembre sobre treinamentos, reuniões e eventos em geral, tudo de forma clara, transparente e aberta. Lembre, ainda, sobre datas comemorativas inusitadas, como dia do amigo, dia da música, etc.

 

9) Tenha sempre um canal de suporte aos professores e seja acessível

O professor também quer ser ouvido, precisa sentir-se seguro em colaborar e expressar a sua opinião, por isso a necessidade de criar esse canal de suporte em tempo integral. Faz parte do endomarketing, faz parte de uma comunicação interna de sucesso e pode até ser feita, de alguma maneira, pelo comunicador mobile. Mas não deixe que os atendimentos individuais pessoais se percam e que toda ideia de comunicação integrada seja colocada em xeque. Muito antes do celular estão pessoas, que precisam de atenção e motivação.

 

10) Apresente dados sobre o retorno e feedback dos pais

Por fim, e não menos importante, mostre aos colaboradores que tanto estão se esforçando os números e resultados positivos com a implantação do aplicativo e trabalho de cada um. Apresente dados de adesão, exemplos bem-sucedidos de ações e reconheça que, se não fosse por eles, o sucesso não seria possível.