Galeria de fotos e seu poder de engajamento dos pais

A divulgação de imagens do dia a dia dos alunos em suas atividades está entre as ações que mais agrada aos pais usuários de aplicativo de comunicação escolar; conheça mais sobre essa funcionalidade e veja como seu colégio também pode se beneficiar dela

Não basta ser expectador, tem que participar, mesmo que à distância e mesmo que pelo celular. Ao consultar os pais e responsáveis de centenas de colégios parceiros sobre o que os faz interagir mais com o aplicativo de comunicação escolar, a resposta é unânime: fotos.

Durante o intervalo do almoço ou ao final de um dia cansativo de trabalho que parecia nunca ter fim, poder visualizar imagens dos filhos em atividades e pequenas conquistas diárias se torna uma agradável surpresa. Graças ao advento dos aplicativos de comunicação escolar e da substituição da agenda física, essa singela ação tem se tornado cada dia mais valorizada, tanto pelos pais, que se sentem mais próximos dos alunos, quanto para o colégio, que passa a se apoiar nessa estratégia para estabelecer uma comunicação de qualidade com as famílias.

Nessa esfera, e considerando a frase popular que afirma que “uma imagem vale mais que mil palavras”, os apps de comunicação vêm se especializando em entregar aos colégios a melhor ferramenta de organização e visualização de fotos. É o caso do IsCool App, o aplicativo de comunicação escolar com maior número de funcionalidades do mercado e que se firma como uma importante solução de gestão para as instituições de ensino.

Além de já contar com a possibilidade de envio de fotos via mensagem a grupos ou usuários individuais e também via publicação no feed de notícias (uma espécie de mural digital do colégio no celular), o IsCool App oferece a opção de o colégio criar galerias de imagens completas para registro de qualquer tipo de atividade em tempo real. Chamada no menu principal de “fotos”, a funcionalidade tem acesso fácil por parte dos pais e um design flat e intuitivo para que as informações se mantenham organizadas. Uma terceira ferramenta voltada para fotos e registro de atividades exclusivamente por imagem dentro do app.

Uma galeria para cada atividade

A funcionalidade “fotos” permite criar título e uma breve descrição da atividade, tanto no álbum como para cada foto, introduzindo o tema aos pais e usuários que receberão acesso àquela galeria. É possível, até, desenvolver um verdadeiro storytelling das atividades, levando o responsável a entrar no clima do tema, seja ele um passeio pedagógico, uma aula diferente, um evento interno ou mesmo o registro de uma festa de homenagem.

Empolgados com a possibilidade de participar, mesmo que à distância, os pais podem não só visualizar as fotos como baixar os arquivos e compartilhar esses momentos únicos com familiares e amigos. Ao longo do ano, o material divulgado se torna um rico conteúdo histórico do ano letivo do estudante.

No IsCool App, cada galeria pode ser atribuída a um colaborador para edição do conteúdo e, na sequência, ser divulgada a usuários específicos individualmente ou em turma. Com sistema baseado em nuvem, o upload das imagens se torna uma tarefa rápida e fácil e que pode ser efetuada pela versão desktop ou pelo celular. Por isso, é possível que o professor consiga, por exemplo, fazer fotos de registro de uma atividade e postar imediatamente na galeria. Ou, se preferir, ir construindo o álbum ao longo de um período para só então publicá-lo completo.

Mais reforço para o marketing escolar

O Blog do IsCool App já trouxe diversas matérias sobre a importância do engajamento familiar no desenvolvimento do aluno e de como melhor utilizar as ferramentas do app de comunicação para auxiliar nessa tarefa. A galeria de fotos surge, portanto, como mais uma funcionalidade essencial na missão de fortalecer a imagem do colégio perante seus clientes.

A cada atividade registrada, de maneira que também seja considerada uma freqüência saudável e interessante de postagens (sem tornar as postagens repetitivas e maçantes), o colégio aumenta as chances de ser bem avaliado nas pesquisas de satisfação. Ao divulgar detalhes que vão desde a organização do ambiente à complexidade do conteúdo trabalhado em sala, o nome da instituição passa a ser mais lembrado e defendido pelos pais. E o melhor: sempre associado a um momento feliz!

A dica é se atentar à qualidade das fotos, com uma edição rápida para torná-las ainda mais valorizadas no quesito cor e enquadramento, e alternar a publicação com imagens de interações em turma e momentos de desenvolvimento individual. Vale pensar, inclusive, em estratégias específicas, como galerias de fotos de alunos ou pastas temporárias, baseadas em temas quentes do cronograma pedagógico.

Faça um teste dessa funcionalidade

Quer conhecer mais sobre o módulo fotos do IsCool App e entender como ele pode te ajudar a potencializar o engajamento dos usuários na prática? Clique aqui e peça por um teste da ferramenta diretamente com a equipe IsCool App.

Conheça, também, outras ferramentas que podem auxiliar você e sua equipe na gestão da comunicação dentro da sua instituição acessando o site do aplicativo que conta com maior número de funcionalidades do mercado.

A importância da auditoria de conteúdo no app escolar

Cada vez mais difundidos no ambiente educacional, o app de comunicação escolar concentra o lançamento de um grande número de informações diariamente; Com uma equipe alinhada e funções específicas no aplicativo, é possível auditar as informações publicadas de maneira prática, mantendo a boa imagem do colégio e a segurança das informações

Quando se pensa em segurança da informação, logo vêm à mente itens como controle de acesso, documentos regulatórios, processos, senhas e antivírus… Sim, se o assunto em pauta são os dados criados e armazenados por uma escola, todas as opções citadas são importantes. Entretanto, quando partimos para o campo da comunicação dentro de um colégio, encontramos um item a ser adicionado: a boa administração das informações geradas dentro do aplicativo de comunicação escolar.

Além do treinamento de equipe para o uso do app baseado em boas práticas, como já citamos nessa matéria, destaca-se a importância da auditoria do conteúdo gerado. Gestores mais atentos estão de olho nas informações lançadas dentro dos apps, evitando qualquer sinal de interferência que possa causar mal-entendidos ou, ainda, prejudicar a imagem da escola e seus profissionais.

A boa notícia é que o app conta com módulos e funcionalidades que garantem praticidade na hora de auditar o conteúdo, tomando menos tempo possível da equipe e trazendo informações bastante completas sobre a saúde do app e da gestão da comunicação escolar como um todo.

Quem é responsável pela segurança do conteúdo?

Cada colégio possui uma configuração diferente no que diz respeito à criação de conteúdo para o app escolar, afinal, essa decisão está diretamente ligada à estrutura da instituição e ao modelo de trabalho seguido.

Há colégios em que o próprio professor lança no app o diário de atividades dos alunos e cria comunicados diretos com os pais, por outro lado, há escolas em que somente o coordenador pedagógico, o setor de TI ou a comunicação têm acesso à administração da ferramenta.

Independente disso, a dica é sempre eleger um profissional do colégio capaz de tomar atitudes preventivas e corretivas na administração do app. Essa figura, sendo gestor ou com o aval do gestor, poderá criar uma rotina de auditoria e planos de ações contra possíveis crises, por isso deve conhecer bem a missão do colégio e o público de usuários ligados a ele. É este profissional, ainda, que se responsabiliza por agendar treinamentos da ferramenta e repassar as atualizações de funções e novos módulos do app para o restante da equipe.

Como funciona a auditoria na prática?

Como parte de uma ação rotineira, podemos dividir a tarefa de gerenciamento do conteúdo em dois tipos de ação, o monitoramento e a auditoria. Entenda, na prática, como elas funcionam e qual a importância de cada uma:

Monitoramento

Para saber se os pais estão sendo atendidos em suas solicitações e se o teor (ou até a rapidez) das respostas está dentro do previsto na cultura do colégio, o administrador pode criar uma rotina de monitoramento. Para que essa ação não tome muito tempo, o ideal é que as informações dentro do app sejam de fácil acesso.

No IsCool App, por exemplo, o painel administrativo traz um design amigável, que facilita a observação geral ou mais detalhada do conteúdo. No caso dos comunicados, inclusive, há ainda uma função específica que permite visualizar todas as mensagens criadas, em grupo ou individualmente.

Partindo para o diário de classe, o aplicativo oferece um panorama preciso para avaliar se as informações estão sendo devidamente apontadas tanto para a escola quanto para os pais. No diário, inclusive, o administrador consegue obter relatórios por alunos, acessando cada item lançado.

Por que o monitoramento é importante? Somente assim é possível tomar ações rápidas e diretas, evitando qualquer ruído na comunicação.

Auditoria

Quantos comunicados, em média, são criados mensalmente? Todos os recados essenciais foram devidamente postados? O potencial do aplicativo de comunicação está sendo explorado? Muitas das respostas a essas perguntas podem ser encontradas no dashboard do painel administrativo ou dando uma rápida olhada no conteúdo criado dentro dos diferentes módulos.

Se a intenção é obter informações específicas sobre o teor dos comunicados, é possível, por exemplo, que o administrador identifique as mensagens criadas por título, autor, horário, conteúdo e usuários envolvidos.

Além dos comunicados, no IsCool App é possível auditar todos os módulos, inclusive calendário de eventos, autorizações e enquetes. O app ainda permite a criação de relatórios precisos, como já falamos nessa matéria.

Saiba mais

Acompanhe outras matérias sobre segurança da informação e alta performance aqui no Blog do IsCool App.

10 erros de comunicação que seu colégio não deve cometer em 2019

Confira dez dos principais deslizes que podem atrapalhar sua instituição de ensino na busca pela proteção, fortalecimento de marca e crescimento de mercado

Uma comunicação clara, objetiva e constante é essencial para uma instituição de ensino que deseja obter sucesso no engajando pais e colaboradores e, consequentemente, na retenção e captação de alunos. E quando falamos em comunicação, lembramos que ela começa no primeiro contato do pai que busca uma escola para os filhos e vai até o dia a dia do aluno, na portaria, com os professores e com a gestão.

Para ajudar, ainda temos transformações sociais no modo de se comunicar e a consolidação das tecnologias como instrumento. Não é pouco nem simples. Atingir a qualidade e efetividade do seu processo de comunicação requer atenção, principalmente, para que erros não sejam cometidos.

Inclusive, alguns desses erros não são facilmente detectados, principalmente quando o assunto é comunicação via app escolar, uma das nossas bandeiras aqui neste canal. Pensando nisso, listamos dez dos principais erros de comunicação escolar que podem facilmente ser evitados e tornar o crescimento sustentável do seu colégio mais real. Confira:

1 – App de comunicação não integrado ao ERP

Já falamos, recentemente, sobre como funciona a integração do app escolar com o seu software de gestão e de todos os benefícios que essa simples funcionalidade traz (vale relembrar clicando aqui). Mais do que facilitar o dia a dia dos colaboradores e permitir maior vazão no fluxo de trabalho, estamos falando de segurança da informação.

Com a integração, seu colégio garante integridade dos dados, um princípio básico da comunicação fluida. Sem contar que os pais recebem, em tempo real, informações que antes ele iria encontrar em outro canal. A integração do app de comunicação com seu ERP já se mostra como uma necessidade em 2019.

2 – Comunicação sem planejamento

É tempo de planejamento e já falamos sobre como construir, por exemplo, seu melhor plano de marketing. A comunicação pode estar inserida nesse contexto mas, nesse caso, vai um pouco além, com cronograma de conteúdo e ações, definição de tarefas de cada membro da equipe e constante revisão dos principais tópicos.

Comunicação visual, mídias sociais, conteúdo do aplicativo escolar, uniforme, gestão de crise, endomarketing, projetos sociais… são muitas frentes envolvidas e que merecem atenção. Dedique um tempo para criar e rever cada ponto junto com sua equipe.

3 – Comunicação unilateral

Restrições na comunicação ainda são fator limitante na realidade de alguns gestores, que não delegam ou não envolvem seus times nas decisões. Dar voz e espaço para os colaboradores na comunicação não quer dizer que tudo estará fora do seu controle. Por exemplo, quando o professor é habilitado a abordar o pai diretamente pelo aplicativo do colégio, a resolução do problema ganha maior agilidade e ainda poderá ser controlada e auditada pelo gestor a qualquer momento dentro da plataforma.

Outro resultado importante da comunicação bilateral é o fortalecimento do endomarketing escolar. Uma vez a par das informações e com liberdade e orientação para tomar suas decisões, os colaboradores vestem a camisa. Uma das matérias mais lidas no Blog em 2018 foi sobre endomarketing escolar, com dicas de como engajar os colaboradores com uma comunicação participativa, veja aqui.

4 – Grande número de comunicados em papel ou agenda física

A comunicação via papel foi efetiva por longos anos, mas abre espaço para a comunicação mobile, mais rápida e sustentável. Uma vez que o colégio opte pela comunicação via internet, a agendinha física, das quais muitos ainda sentem apego, devem ser excluídas para não confundir os pais, gerando, assim, mais eficácia no processo de comunicação eleito.

5 – Múltiplos meios de comunicação e conteúdo duplicado

Assim como a agenda física, o e-mail como comunicação com os pais pode ser repensado quando há a presença do comunicador mobile. Imagine como o pai se sente ao receber a mesma notícia por papel, por e-mail e pelo celular, no mesmo período de tempo?

O mesmo se aplica ao conteúdo replicado em diferentes funcionalidades do app, por exemplo, comunicado + feed de notícias, ou feed de notícias + calendário. Todo cuidado é pouco para não gerar desinteresse dos pais.

6 – Alta ou baixa frequência nas postagens

O desinteresse dos pais, inclusive, acontece quando os assuntos são tratados em demasia e de maneira pouco personalizada. Notificações constantes de postagens no app escolar podem até causar o efeito contrário em pais que vivem uma rotina agitada.

O mesmo vale para os canais de mídias sociais, local onde o colégio se encontra com suas prospecções. Se a intenção é convencer o cliente a matricular seu filho, o ideal é conquistá-lo com criatividade e não inconveniência.

Do mesmo modo, a baixa frequência de postagem pode desestimular o cliente. Confira nessa matéria algumas dicas sobre o tipo e a frequência ideais para conteúdos sobre marketing e comunicação escolar.

7 – Explorar pouco as fotos e os vídeos

Pesquisas recentes de marketing digital apontam um crescente interesse em conteúdos com vídeos e fotos. Uma dessas pesquisas, realizada pela Contentools e Opinion Box, mostra que o engajamento com posts contendo fotos ainda lidera, mas teve queda de 2017 para 2018, passando de 49% para 40% da preferência, enquanto o interesse por vídeos subiu de 20% para 34% e o engajamento por textos caiu de 31% para 26% no mesmo período.

Que pai não gosta de receber fotos dos filhos ou assistir a uma de suas evoluções que não pôde presenciar por estar trabalhando? Pense no rico conteúdo visual para engajar mais.

8 – Alta exposição nos canais de mídias sociais

Lembre-se que os canais de mídias sociais são importantes para prospecção de clientes por indicação e para o sucesso da sua captação de matrículas, mas não deixe de se atentar para pontos como a exposição da imagem de crianças e os atendimentos via canais que não são os oficiais e não podem ser controlados.

O reforço vai para a participação de colaboradores em grupos paralelos de mães, que tomam os comunicadores gratuitos e podem se tornar a raiz de desentendimentos.

9 – Subutilização das funcionalidades do seu app de comunicação

Um aplicativo de comunicação reúne diversas funcionalidades que organizam e efetivam os processos de comunicação de um colégio. Não à toa estão lá no app, à disposição dos gestores, itens como calendário de eventos, agenda, mural de recados e enquetes para pesquisa de opinião.

O app vai além da circular e precisa ser explorado ao máximo para uma comunicação mais fluida e sem ruídos. E mais: traz inúmeras maneiras de segmentar o conteúdo por grupos de usuários e mensagens individuais.

10 – Não segmentar o atendimento por setores

Comunicação organizada permite um maior controle e rastreamento da informação, além de uma resolução de conflitos muito mais rápida. No aplicativo de comunicação escolar é possível criar diferentes canais de atendimento de acordo com o organograma da instituição de ensino, tirando do gestor, inclusive, o peso da resolução de pequenos conflitos.

Para saber mais sobre como a segmentação pode trazer ganhos ao dia a dia da gestão escolar, acesse essa matéria.

Guia de boas práticas do app escolar: como dominar a ferramenta e conquistar o engajamento do público

Explorar mais de cada funcionalidade e personalizar o conteúdo são alguns dos pontos-chave para potencializar ao máximo o meio de comunicação mais eficaz do colégio

Boas Praticas_app escolar_IsCool App

Imagine que você é um pintor e está diante de uma tela em branco na qual deve criar a melhor propaganda de você mesmo. Mais: essa tela deve se tornar cobiçada e bastante valiosa, sendo objeto de grande admiração por parte do público.

Assim, como a tela em branco, é o aplicativo de comunicação do seu colégio. O que você vai pintar diariamente sobre a sua escola? Quais as cores que irão chamar a atenção do público? Que tipo de linguagem vai trazer mais identificação por parte das pessoas e quantos cenários diferentes poderão ser retratados?

Não, não é difícil, caso esteja pensando. Com o aplicativo de comunicação, escolas têm reforçado sua marca e criado uma nova (e simples) maneira de engajar as famílias. Afinal, você tem uma ferramenta pronta para trabalhar em prol da missão da instituição, basta alimentá-la.

Pensando nisso, e tendo como base alguns exemplos dos colégios que melhor têm se engajado utilizando o IsCool App, preparamos um guia com dicas simples para gestores escolares e administradores da ferramenta. Você vai conquistar de vez a atenção dos pais e fazer com que eles não resistam em conferir e interagir com seu conteúdo diariamente. Confira:

 

Frequência das postagens

O feed de notícias é uma espécie de mural da escola e funciona como uma timeline de outras mídias sociais. Aliás, ele é a primeira tela que o pai vê quando abre o IsCool App. Aqui, cada escola define a frequência das postagens, mediante a importância do conteúdo, mas o ideal é que se faça pelo menos entre duas a cinco postagens por semana com assuntos gerais, de interesse de todo o público escolar.

Já quando o assunto é o comunicado, a freqüência varia de acordo com as etapas e a mecânica do uso do app na escola. Por exemplo, há colégios que optam por deixar que o professor atualize os comunicados, enviando fotos dos filhos nas atividades do dia a dia. De qualquer forma, este é o meio para comunicar assuntos mais específicos e segmentados, como por exemplo, enviar boletim somente para responsável pedagógico ou boleto bancário somente para o responsável financeiro.

A regra é, em qualquer das situações, pelo feed ou via comunicado direto, a frequência deve manter uma constância, mas sem exageros. O usuário tende a perder o interesse quando é bombardeado de informações que não dizem respeito ao seu filho ou que não tenham o objetivo claro de informar.

 

Publicação de fotos

Já falamos nesta matéria sobre questões jurídicas que envolvem o uso de imagens dos alunos em publicações da escola e sabemos que ela deve ser autorizada de maneira consciente no contrato de matrícula.

De qualquer forma, as fotos compõem um conteúdo de qualidade e que chama a atenção. Vale, é claro, o bom senso na exposição das crianças e na escolha do material divulgado. O colégio deve padronizar o tipo, qualidade e tamanho das imagens, evitando a poluição visual e gerando empatia.

 

Conteúdo engajador

Além do uso das fotos, imagens e vídeos, é preciso evitar textos muito densos, tanto no feed de notícias, quanto em comunicados. A dica é criar conteúdos que despertem a curiosidade e o interesse do pai da maneira mais personalizada possível.

Avisos gerais, campanhas, registro de atividades importantes desenvolvidas por alguma turma, matérias sobre a escola no jornal da cidade são assuntos para o feed de notícias, que reforça a marca junto à comunidade escolar. Assuntos específicos sobre comportamento do aluno, por exemplo, e atividades desenvolvidas em sala, podem ser enviadas pelos comunicados.

Sai na frente a equipe que administra o aplicativo com base em um cronograma de ações e um planejamento de conteúdo pré-estabelecido. Mais dicas para criar um conteúdo engajador, você acompanha nesta matéria.

 

Dados atualizados

O sucesso do app se inicia com o uso de banco de dados atualizado. Vale insistir, por exemplo, que os cadastros dos alunos e as informações dos pais estejam sempre atualizados na secretaria do colégio. Tanto e-mail quanto telefone dos pais devem ser de uso pessoal e não profissional, para que não se corra o risco de mudanças nos dados no meio do caminho.

 

Habilitar a interação do usuário

Os colégios que permitem que os pais respondam aos comunicados e disponibilizam canais de comunicação diretos têm obtido melhor resultado em engajamento. O pai se sente ainda mais parte da educação dos filhos e fica aliviado de saber que o colégio dá atenção para suas solicitações.

E se o aplicativo puder ser utilizado pelo aluno do Ensino Médio, há ainda mais chances de conquistar a atenção. Há casos de colégios que criam grupos de alunos para a troca de dicas e materiais de estudo diretamente com professores e que têm alta aprovação do público.

 

Personalizar o aplicativo

Além de inserir o logo no ícone do aplicativo, é importante reforçar a identidade da marca nas cores e na aparência da ferramenta. É interessante, também, brincar com cores e temas variados e mostrar que o app está em constante atualização. Por exemplo, você pode deixar o logo e o perfil rosa no mês de conscientização contra o câncer de mama, ou brincar com as cores de Natal no mês de dezembro.

Outra maneira de personalizar o aplicativo de comunicação é estabelecer padrões de linguagem, como já falamos nesta matéria com 4 dicas para construir um melhor diálogo via app escolar.

 

Conheça melhor o seu público com análises do próprio aplicativo

O dashboard é uma excelente ferramenta para conhecer mais sobre os hábitos do seu público e identificar, por exemplo, os melhores horários para postagens ou o tipo de conteúdo que mais lhes agrada. Outra importante funcionalidade que auxilia nessa análise de público são as enquetes, nem sempre exploradas pelos colégios.

 

Explore calendário e outras ferramentas

Interagir com o calendário, inserindo atividades e datas importantes do ano escolar é essencial para trazer as famílias para perto e mostrar que o app é mais do que recados. Até porque, com o calendário integrado, o conteúdo pode ser compartilhado com o calendário pessoal no celular do pai.

Além do calendário, outras ferramentas estão disponíveis para o colégio e podem auxiliar no engajamento dos pais, como os serviços úteis (que disponibiliza links de sites com conteúdo, produtos e serviços), as autorizações e a própria agenda, que pode ser configurada como diário de classe em qualquer etapa.

 

Implantando a cultura do aplicativo escolar

Por último, deixamos o item mais importante: a campanha de divulgação do app antes da implantação e a abolição da agenda física. O usuário precisa ser avisado sobre a novidade e preparado para a mudança na cultura que o colégio está propondo.

Centralizar a comunicação no aplicativo, excluindo a agenda física, foi uma ação fundamental para os colégios que hoje têm adesão e engajamento total dos pais. Bem como campanhas de lançamento do app e reforço da importância da ferramenta durante as reuniões de pais.

Is Cool App é destaque no SBT

Aplicativo de comunicação é citado como ferramenta que tem substituído a agenda de papel e facilitado a vida de pais, alunos e da escola

IsCool App_SBT_Imprensa

O IsCool App foi destaque na edição do VTV Gente, jornal televisivo transmitido pelo canal SBT – Sistema Brasileiro de Televisão no dia 10 de abril. O tema da matéria foi a substituição das tradicionais agendas de papel para o aplicativo de comunicação escolar, que reúne, entre suas diversas funcionalidades, todas as informações do dia a dia da escola na ponta dos dedos dos pais, facilitando a vida não somente das famílias e dos alunos, mas também dos pais.

Em destaque, está o Colégio Anglo Vinhedo, da Rede Atmo, case de sucesso do IsCool App pela alta taxa de adesão dos usuários. Na entrevista, a diretora Luciane Moura M. de Carvalho explica como a implantação da ferramenta foi um sucesso entre o corpo pedagógico, administrativo e os próprios pais e alunos, por trazer mais eficácia ao dia a dia do colégio.

Na visão prática da plataforma, a reportagem traz a opinião real de pais e alunos que se beneficiam da praticidade que o app trouxe à rotina escolar, além de um sentimento maior de proximidade e participação.

O IsCool App ganhou ainda mais voz com a fala da gerente de produto e relacionamento, Tálita Barão, sobre como essa nova realidade tem sido recebida por toda a comunidade escolar, transformando o jeito de as escolas se comunicarem e se relacionarem.

Você assiste à reportagem completa em nosso canal do Youtube, clicando aqui.

5 razões (e dicas) para seu colégio implantar um aplicativo de comunicação digital mobile em 2018

Saiba quais são os motivos definitivos para que sua instituição adquira ou atualize o aplicativo escolar neste ano;  muito mais que um diferencial, os apps são uma necessidade

comunicação escolar 2018_gestão escolar_iscool app

Para muitos especialistas da área de gestão, 2018 é um ano importante para a comunicação. Empresas das mais diferentes áreas estão aprimorando e ampliando sua maneira de se comunicar com os clientes a fim de se manter em crescimento e passar a mensagem correta. Nesse cenário, quem ganha holofotes é a comunicação mobile, que já mais que comprovou sua capacidade de encurtar distâncias e interligar as pessoas de forma eficiente.

Na educação, área que ainda permeia caminhos convencionais, o assunto passou a ganhar mais ibope nos últimos anos com o surgimento de diversos aplicativos de comunicação no mercado e o uso indiscriminado dos celulares portão adentro (e a fora) das instituições. Mesmo assim, não são raros os casos de escolas que ainda não aderiram à comunicação mobile ou, mesmo optando por um app, que ainda não usufruem 100% de suas ferramentas.

Se o seu caso se encaixa nesse cenário, então aqui vão alguns dos motivos pelos quais seu colégio deve dar prioridade a essa pauta para completar o processo de comunicação feito hoje. Um deles vai te convencer.

 

1) Questão de necessidade

A comunicação presencial continua sendo a mais importante e aquela que é insubstituível, mas é um erro pensar que ela é a única maneira de se conseguir uma comunicação eficiente com seus clientes. Na maioria das vezes, estamos falando de pais nascidos na Geração Y, pessoas que consideram o celular o meio mais eficiente de se aproximar ou estabelecer uma conexão com as pessoas.

A regra é clara: ou o colégio oferece um ambiente de troca de informações e discussão on-line e prepara seus funcionários para um bom atendimento mobile, ou os aplicativos gratuitos se instalam na sua comunidade escolar, sem qualquer tipo de controle e trazendo grande vulnerabilidade e exposição à sua instituição.

Comunicar-se de todas as maneiras e adaptar sua cultura às novas tecnologias há muito deixou de ser um diferencial de mercado, se tornou uma necessidade básica de negócio.

 

2) Apps cada vez mais completos e mais acessíveis

Os aplicativos de comunicação, hoje, vêm para organizar. Lançando mão de diversas ferramentas e atualizando funções constantemente, as plataformas vão muito além da simples troca de recados e ganham status de sistemas de gestão escolar. Com ele, já é possível, inclusive, integrar seu software administrativo para que tudo esteja disponível em um mesmo lugar e seja atualizado em apenas um clique.

Com uma equipe com mais de 30 anos de experiência em educação, o IsCool App sai na frente quando o assunto é facilitar a rotina escolar, já que aplica seu know-how em novas ferramentas constantemente. Assim, transforma pedidos de professores, coordenadores, gestores, pais e alunos em novas funcionalidades para o app.

Democrático, o aplicativo de comunicação ainda tem a vantagem de praticar valores módicos de cobrança e se mantém como um investimento de baixo custo para a gestão do colégio, comparado ao número de benefícios que aplica ao dia a dia da instituição.

 

3) Agilidade nos processos internos e auxílio aos colaboradores

A rapidez que agrega aos processos é outro ponto forte dos aplicativos de comunicação. Colégios que tornaram suas tarefas menos manuais com a ajuda das plataformas indicam que, em alguns casos, tiveram uma economia de até 60% de tempo dos professores e auxiliares de classe.

Um percentual considerável não somente para os colégios, como também para os colaboradores, que conseguem desenvolver de maneira mais fluida suas tarefas diárias e novos projetos dentro de sala.

A dica é utilizar-se de todas as ferramentas que o aplicativo possui e não se limitar apenas com a simples troca de mensagens.

 

4) Segurança garantida

Segurança da informação não é brincadeira. Em um mundo em que notícias falsas se espalham pelas mídias sociais ao mesmo tempo em que milhares de novos vírus são introduzidos na rede, manter dados seguros sobre sua empresa e sobre seus clientes é quesito básico.

Ter conhecimento sobre o que está sendo transmitido em nome do seu colégio é outro ponto fundamental e mais do que possível com as plataformas de comunicação escolar. Segurança reforçada para que nenhuma informação indevida seja publicada e que sua marca se mantenha forte.

5) Sustentabilidade ainda é pauta

Além de ajudar o planeta, o colégio que utiliza o aplicativo de comunicação tem um apoio extra na formação de futuros cidadãos conscientes. E com um olhar mais estratégico de gestão, aqui o ponto é pensar, também, em quanto a economia de papel e impressões trará para o caixa do colégio todo final de mês.

Pesquisas com colégios que aposentaram as agendas físicas apontam uma economia de até 80% do atual custo com compras de cadernos, papeis e aluguel de impressoras. Em tempos de orçamento sem folgas e concorrência pesada, o aplicativo se torna ferramenta imprescindível do planejamento de gestão.

 

Eu estou convencido, mas como convencer também os pais mais resistentes?

O segredo para garantir a adesão e apoio dos pais na decisão pela implantação do aplicativo é trazê-los para mais perto na tomada de decisões e promover uma mudança gradativa. É comum que o novo traga certa insegurança, por isso a necessidade de treinamentos e workshops com os pais, além de um plano bem completo de comunicação.

Aponte números, pesquisas e cases de sucesso, depois, mostre como as mudanças surtiram efeitos positivos. Exemplos e comunicação são a chave para tornar os pais mais resistentes verdadeiros aliados na evolução do negócio.

IsCool App organiza volta às aulas e auxilia colégios, pais e alunos na retomada do ritmo escolar

Escolas que substituíram a agenda escolar de papel pelo comunicador digital antecipam informações e criam novas interações com pais e alunos ainda durante o recesso; o resultado é uma adaptação mais rápida à rotina escolar por parte da família e maiores chances de sucesso do calendário escolar

Volta_Aulas_IsCool App

Logo que confirmou a rematrícula de sua filha para o terceiro ano do ensino fundamental, em outubro de 2017, Ariane Santos já tinha acesso, pelo celular, à lista de materiais, manual do aluno, calendário do ano letivo de 2018 e regimento escolar. Por meio do aplicativo de comunicação escolar, o colégio ainda enviou, no início de janeiro, lembrete sobre a data da primeira reunião de pais e detalhes sobre um passeio pedagógico que só deve acontecer em abril. “Foi muito bom, pois já me programei previamente com todos os custos, desde uniformes até o material escolar. Também já garanti a participação dela à excursão assinando digitalmente a autorização no app”, afirma a assistente administrativa que há um ano utiliza o IsCool App, aplicativo de comunicação escolar do colégio da filha.

Assim como Ariane, milhares de pais vêm experimentando, nos últimos anos, uma maneira diferente de se comunicar com o colégio. A chegada de aplicativos escolares em substituição às tradicionais agendas de papel está transformando a relação escola-pai-aluno e, no caso do período da voltas às aulas, auxiliando o processo de preparação da família à retomada da rotina.

Para os colégios, a comunicação mobile é uma oportunidade a mais de transmitir a preocupação e o cuidado com o aluno. “Sabemos que qualquer mudança na rotina exige esforço e adaptação. Buscamos, por esse motivo, proporcionar o maior nível de previsibilidade possível, divulgando datas e rotinas às famílias para que possam se programar com calma”, explica Luciane Moura, diretora e coordenadora pedagógica do colégio Anglo da cidade de Vinhedo/SP, que utiliza o aplicativo de comunicação IsCool App para transmitir toda sua comunicação.

Contando com cerca de 800 alunos, o Anglo Vinhedo ainda reforça esse cuidado com estudantes do ensino fundamental II e médio, permitindo que eles próprios também gerenciem sua conta no aplicativo de comunicação escolar. “O aplicativo nos auxilia na agilidade do envio dos comunicados. Ele também é importante porque conseguimos ter a visão das famílias e alunos que leram ou não os comunicados”, finaliza a diretora.

 

Informação personalizada para transmitir segurança

Apesar de contar com cerca de 1300 alunos, o Colégio Puríssimo, da cidade de Rio Claro/SP, faz questão de criar uma comunicação personalizada com cada uma das famílias para que todos sintam-se seguros e tranquilos. Uma ação que se torna ainda mais importante neste período de retorno às aulas e que ganhou praticidade por meio do aplicativo escolar.
“Esse é um momento de grande alegria e também de ansiedade de todos. A tranquilidade é essencial no retorno às aulas tanto dos pais quanto dos alunos e isso está pautado na segurança da escolha realizada pela família. O acompanhamento de cada aluno em sua individualidade é a chave do sucesso”, comenta Cássia Elisa Betetto Sciamana, vice-diretora da instituição que elegeu o aplicativo IsCool App como uma ferramenta oficial de comunicação.

 

Aplicativo é necessidade

Por conta da praticidade e das diversas funções que contêm, os aplicativos de comunicação escolar se tornaram item obrigatório nos colégios nos últimos anos. Hoje, estima-se que cerca de 500 mil alunos do ensino básico particular de todo o Brasil já são impactados pela ferramenta. A tendência acompanha a transformação da comunicação, à medida que a sociedade totalmente engajada à tecnologia também traz novas demandas.

 

IsCool App vai além da comunicação

Há um ano no mercado, o IsCool App foi o aplicativo de comunicação escolar que mais cresceu em 2017 e, hoje, tem se firmado, também, como o mais completo. Além de oferecer um sistema de envios de comunicados individuais e em grupo de maneira segura, o app traz funções que facilitam o dia a dia dos colégios, como calendário de atividades com possibilidade de notificação, autorização digital, dispositivo que avisa a portaria do colégio sobre a chegada dos pais na hora da saída e integração com banco de dados, facilitando a troca de informações importantes, como boletins de notas e faltas e assuntos administrativos.

Anglo Vinhedo destaca o uso do IsCool App pelos alunos do Fundamental II e Médio

Com alta adesão e muito bem difundido no cotidiano do colégio, aplicativo é destaque na efetividade da comunicação com os pais e com os alunos adolescentes; plano de implantação e comunicação já fortalecida foram itens fundamentais

IsCool App-Anglo Vinhedo

Desde o momento da decisão pelo uso do IsCool App, o Colégio Anglo Vinhedo iniciou um eficiente trabalho de planejamento estratégico para a implantação e uso da nova tecnologia na escola. Uma equipe interna ficou responsável pelo treinamento e manutenção da ferramenta junto a pais e colaboradores, metas foram traçadas, conteúdos diferenciados foram elaborados. Hoje, alguns meses depois, o resultado é uma escola totalmente adaptada à comunicação mobile, com 95% de adesão dos pais e um grande fluxo de geração de conteúdo. Mais que isso, o colégio se tornou modelo de engajamento ao aplicativo por parte de alunos adolescentes, que hoje compartilham entre si, e em ambiente seguro, diversas informações relacionadas ao ensino.

Para a diretora do Anglo da cidade do interior de São Paulo, Luciane Moura M. de Carvalho, além das adaptações técnicas bem sucedidas, o segredo do sucesso do IsCool App está na alimentação do canal com conteúdo diferenciado e interativo, principalmente para alguns dos alunos que também são usuários do app. “No Ensino Fundamental II e Médio temos todos os alunos também como usuários, além das famílias, e existe uma troca entre professores e alunos de todo material pedagógico. Os alunos enviam perguntas para os professores porque também têm esse acesso direto. Então, gabaritos de provas, que eles gostariam de receber assim que finalizam o simulado, eles já recebem automaticamente da coordenação direto no celular”, explica ela.

 

Do E-mail à palma da mão

Criar uma relação de confiança com a família foi sempre um dos principais lemas do Anglo Vinhedo. Prova disso, são os fortes laços criados entre os coordenadores e professores com as crianças e suas famílias, já que grande parcela dos alunos está na unidade desde sua inauguração, no ano de 2009. “Aqui, nós conhecemos cada um dos alunos e suas famílias, chamamos todos por seus nomes e sobrenomes, o que não é uma tarefa tão simples para um colégio com 840 estudantes”, orgulha-se Luciane, que também indica conhecer os mais de 500 alunos já formados pela instituição.

Um dos motivos dessa ligação entre escola e família está justamente na comunicação, um assunto que sempre foi pauta importante dentro do corpo administrativo. Mesmo antes da chegada do IsCool App, todas as informações importantes da rotina dos alunos eram compartilhadas com os pais via E-mail. “Nós sempre cuidamos para que todo conteúdo passado em sala de aula, tudo o que acontecesse com as crianças e com os alunos adolescentes também fosse enviado para os pais por e-mail. Então, as famílias recebiam todos os conteúdos, tarefas de casa, comunicados”, afirma Luciane.

Justamente por conta dessa cultura, a chegada do IsCool App não trouxe maiores dificuldades de adaptação e os pais rapidamente aderiram à plataforma de comunicação, como afirma Luciane: “Muitas vezes, algumas famílias não recebiam o e-mail. E quando nós conhecemos o aplicativo, encontramos realmente uma forma eficaz de fazer essa comunicação com as famílias. Conseguimos utilizar todas as ferramentas do aplicativo e deixamos as famílias muito mais seguras”.

Ainda para Luciane, entre as maiores vantagens na migração do e-mail para o IsCool App está a certeza de que os pais receberam e leram as informações enviadas. “Além de receberem tudo em casa de forma eficaz, nós conseguimos, também, visualizar que as famílias leram a mensagem e nos certificar de que eles realmente receberam todos os comunicados que foram enviados”, finaliza a diretora.

 

No YouTube

Confira a entrevista completa da diretora do Anglo Vinhedo e a moderna estrutura do colégio no canal do IsCool App no YouTube.

IsCool App-Anglo Vinhedo

Comunicação digital escolar: 8 dicas para produzir o melhor conteúdo

Com estratégias simples, saiba como tornar suas postagens mais interessantes e atingir cada vez mais a atenção e engajamento dos usuários 

IsCool App - boas práticas na comunicação escolar digital

Seu colégio já conta com aplicativo de comunicação, tem presença em várias mídias sociais e já traçou um plano de conteúdo, mas você ainda sente que algo poderia estar melhor. Afinal, alguns pais não aderiram aos novos canais digitais do colégio e o engajamento está longe de se tornar cem por cento. Se este é parte do seu cenário atual, calma! Com algumas pequenas mudanças e atenção a boas práticas de uso dessas ferramentas e da própria internet, é possível potencializar os resultados e aumentar sua audiência.

Aqui, trazemos algumas dicas práticas relacionadas ao tipo de conteúdo ideal para acertar em cheio seu alvo. Tudo isso, com base, principalmente, no exemplo de escolas que estão obtendo sucesso em suas ações de comunicação digital e pensando no público formado por pais de diferentes perfis. Confira:

 

1 – De olho nos horários das publicações

Os pais estão sempre alerta quando o assunto é a educação dos filhos, por isso, recados individuais, personalizados e específicos sobre alguma ação referente ao aluno costumam ser lidos e respondidos rapidamente. Mas quando a comunicação é um aviso de interesse geral, como um evento ou um pedido para angariar ajuda voluntária, por exemplo, o colégio pode lançar mão de postagens em horários nobres.

Estudos revelam que a audiência dos internautas brasileiros é maior às 21h, seguido de 11h e 12h. Mas quando pensamos nas segundas e sextas-feiras, entendemos que as pessoas já não estão com tanta abertura para determinados assuntos.

Em algumas mídias sociais e mesmo no próprio aplicativo de comunicação escolar, é possível programar o horário das postagens, de maneira que o público tenha maior ou menor abertura para recebê-lo. Fique de olho no seu público, busque conhecer melhor seus hábitos e encontre sua melhor dinâmica.

 

2 – Nem muito, nem pouco

Não adianta encher a timeline dos usuários de conteúdo. Por mais que eles possam parecer interessantes, podem cair no esquecimento se explorados em demasia. A melhor freqüência para suas postagens está diretamente ligada ao perfil do público, que, mais uma vez, você deve conhecer melhor do que ninguém.

O Instituto Oliveira Lara, por exemplo, que aderiu ao IsCool App no início deste ano, coordena as comunicações com cuidado. “Nós utilizamos a maioria dos recursos oferecidos pelo aplicativo, sempre prezando pelo bom senso e objetividade nos comunicados. A frequência varia de acordo com a demanda, que pode ser semanal, quinzenal ou mensal”, afirma Raphael Oliveira, coordenador de tecnologia do colégio.

 

3 – Mais imagem, menos texto

Se as imagens não chamassem tanto a atenção, o Instagram não teria se tornado uma ferramenta tão importante. Segundo a pesquisa Social Media Trends de 2017, as imagens e GIF’s têm o poder de engajar cerca de 40% mais, isso porque seduzem pela emoção gerada, como a curiosidade, por exemplo.

Lembrando que todo cuidado é pouco quando a imagem diz respeito a fotos de crianças e que há todo um repertório jurídico para que isso seja feito com segurança (conforme já explicamos aqui). Fora isso, o colégio pode sempre contar com fotos de atividades transcorridas, ilustrações, desenhos e GIF’s animados.

 

4 – Vídeos, aposte neles

Agora, se a intenção é passar uma imagem realmente dinâmica, a solução é o vídeo. Segundo pesquisa da eMarketer, 86% dos internautas brasileiros assistem vídeos online. Pensando nisso, que tal enviar um comunicado via vídeo ou, então, deixar algum profissional do colégio contar como tem sido o trabalho em determinado projeto? Se está aberta a temporada de rematrícula, por exemplo, vale um vídeo explicativo sobre tudo o que já foi feito desde o início do ano e os projetos para 2018. Com um celular na mão e um planejamento de conteúdo, essa mídia está ao alcance de todos.

Um exemplo interessante é o do Colégio Agostiniano Mendel, que conta com quatro mil alunos e utiliza os vídeos para atingir seu público de forma mais eficaz. Para isso, conta com uma equipe dedicada a produzir conteúdo exclusivo para a TV Mendel, como entrevistas e cobertura de eventos internos. Todo esse conteúdo é postado diariamente no IsCool App e tem conquistado a opinião dos pais usuários.

 

5 – Chamando a atenção pelo texto

Textos também podem e devem impactar, não somente pela aparência inicial, mas, principalmente, pela maneira como é escrita. Neste quesito, a dica é sempre criar títulos fortes e tentar sintetizar o assunto, trazendo o objetivo de maneira clara.

Na parte visual, sempre que possível, abuse de tópicos, números e intertítulos. Sublinhe, negrite ou utilize cores em partes dos textos que são importantes.

Lembre-se que é nos textos que você também aplica as características do colégio, como valores e a cultura vivida no dia a dia da instituição. Não se esqueça, também, de atrair a interação do público com perguntas e enquetes. É sempre bom contar com a colaboração dos usuários.

 

6 – As cores a seu favor

Você certamente já ouviu falar do poder das cores e deve estar imaginando que o preto sempre remete ao que é suntuoso, assim como o dourado… e que o azul traz calma e sabedoria, enquanto o verde remete à natureza, à sustentabilidade. Pois tudo isso faz realmente sentido no seu material visual. Pesquisas de especialistas em marketing digital, como a QuickSprount, apontam que 90% das interações estão diretamente ligadas às cores.

Na psicologia das cores, por exemplo, acredita-se que as mulheres tendem a gostar mais de itens que contenham roxo, azul e verde, enquanto declinam para laranja, marrom e cinza. Já os homens preferem azul, verde e preto, mas não tendem a ser atraídos por marrom, laranja e roxo.

Nesse sentido, as cores e a identidade do colégio devem sempre ser usadas nas comunicações para fortalecimento de marca, mas a dica é que elas sejam usadas de maneira sutil, para não causar o efeito contrário e cansar o usuário.

 

7 – Faça conteúdo inédito e de qualidade

Invista em um conteúdo só seu, que tenha a essência do colégio, que seja uma extensão daquilo que é falado e vivido dentro da escola, entre os colaboradores e alunos. Dedique-se a criar um cronograma, um plano de comunicação e que haja tempo suficiente para se pensar nesse conteúdo.Outro detalhe é na qualidade de imagens, por exemplo, item importante na avaliação dos usuários. Nada de arquivos de baixa qualidade, sem definição ou copiados, que podem trazer mais descrença do que confiança.

 

8 – Forme um bom time

Por fim, uma dica valiosa, é investir em talentos que te assessorem na busca pelo melhor conteúdo e nas melhores práticas da comunicação digital e do marketing. Mostre que o colégio é atualizado e que busca a profissionalização. Se não tiver demanda interna suficiente para se montar uma equipe fixa, lance mão da terceirização e de agências especializadas, que te darão todo o suporte necessário.

App de comunicação escolar: afinal, o que é e como saber se o colégio está preparado para sua implantação?

Esqueça o simples recadinho… o aplicativo de comunicação escolar traz diversas outras ferramentas capazes de reter a atenção dos pais e facilitar a rotina do colégio; equipes administrativas e pedagógicas, porém, precisam de apoio para que, além de eficiente, app também seja bem aceito pelos pais

IsCool App-aplicativo-escolar-app-escolar 1

O brasileiro é um dos maiores consumidores de tecnologia do mundo. Aqui são vendidos mais de 50 milhões de smartphones por ano e metade da população declara estar conectada à internet durante o dia todo. O mundo se transformou e sua comunicação também, rompendo barreiras, fronteiras e paredes, como as das próprias salas de aula. Como não se adaptar a essas mudanças?

O aplicativo de comunicação escolar está entre os primeiros itens da lista de necessidades básicas das atuais instituições de ensino, não somente pela eficiência no trato com as famílias, mas, também, por ser um importante agente na administração e gestão escolar, facilitando processos e pesando no quesito marketing de relacionamento.

Neste artigo, você entende um pouco mais sobre as reais funcionalidades de um app escolar e acompanha dicas para potencializar seu uso.

 

As ferramentas de um bom app escolar

Vamos começar listando alguns dos itens que todo bom aplicativo escolar deve oferecer. São eles:

  • Comunicado individual: Um canal de comunicação direto com o responsável, em que o foco seja apenas seu filho e a informação seja totalmente segura. Aqui, fotos do aluno são bem-vindas.
  • Comunicado em grupo: Para colocar ideias em prática, estimular a democracia e facilitar a comunicação transparente, seja de assuntos de interesse dos pais de uma determinada classe ou série, seja para a própria comunicação interna do colégio.
  • Timeline: Uma ferramenta que substitui outras mídias sociais abertas, como o Facebook e o Instagram, prezando pela entrega do conteúdo diretamente ao público-alvo. Aqui, a escola fala de sua missão, visão e valores, traz dicas gerais de educação, pedagogia, atividades e até alerta para acontecimentos fora da escola.
  • Enquetes: Que pai não gosta de opinar nas decisões da escola que envolvem seu filho? Essa ferramenta ainda deve permitir autorizações por parte dos usuários. Sem contar o fato de ser uma poderosa funcionalidade para medir a satisfação do público.
  • Menu personalizado: O nome e as cores do colégio devem estar em destaque, para reforçar a unidade do colégio e demonstrar organização e seriedade.
  • Alertas de push: A vida escolar de uma criança é assunto prioritário dos pais, por isso, muitos valorizam a rapidez na informação. Nesse sentido, nada melhor que alertas de push para chamarem a atenção do usuário.
  • Integração: Porque bom, mesmo, é levar facilidade aos pais, tornando itens importantes do dia a dia escolar, como boletos, dados da catraca e boletins de nota, acessíveis a apenas um clique.
  • Contato rápido e direto: Os pais querem estar em contato direto com o colégio no momento em que precisarem. Essa comunicação precisa ser feita a um clique e direto com a pessoa responsável, para evitar ruídos.
  • Auditoria interna completa: Esse é um item imprescindível para gestores que prezam pelo cuidado com as crianças e pais e, ainda, pela imagem do colégio. O aplicativo deve dar ao gestor a opção de analisar tudo o que será publicado, baixar relatórios e registrar informações importantes para a segurança do processo e detecção de ruídos.
  • Acompanhamento de adesão: Nada melhor do que medir a audiência, saber se o conteúdo está agradando, entender os melhores horários de postagens. Melhor ainda se essas informações aparecerem em formato de gráfico, que pode rapidamente ser analisado.
  • Agenda do aluno: Os pais querem saber de cada detalhe da rotina dos filhos. Melhor ainda se for de maneira ilustrativa e de fácil visualização. Do lado dos colégios, essa ferramenta precisa ser prática, fácil de ser utilizada e personalizada.
  • Calendário de eventos: Os eventos do colégio, datas comemorativas, avisos sobre atividades diferenciadas… tudo precisa ser informado aos pais de maneira prática para que ele consiga sempre se programar com antecedência.

 

Desapegando da agenda física e desmistificando padrões

Um bom plano de implantação do app, com orientação aos pais e, principalmente, um planejamento de comunicação claro e atrativo devem ajudar o colégio com os pais mais apegados à agenda física. Cabe à instituição, decidir pela abolição ou não da agenda, transferindo o mesmo valor ao aplicativo e tratando os novos hábitos de maneira orgânica e tranquila.

E mesmo no cenário mais favorável ao colégio, ainda haverá aquele pai que questionará se a ferramenta pode ou não gerar um distanciamento da relação escola-família. A instituição deve tratar desses casos com carinho, sempre informando e demonstrando na prática que o novo processo de comunicação só trará benefícios a todos os envolvidos, aproximando e tornando ainda mais transparente esse diálogo.

Aparelho tecnológico ou aplicativo algum substituirão os valores humanos e corporativos do colégio e da equipe. Novas tecnologias, jamais devem fechar as portas físicas. Direção, coordenação e professores devem continuar abertos aos pais e transmitindo confiança, preocupação, cuidado e afeto.

 

Meu colégio está preparado?

Basta um computador com acesso à internet e uma equipe de apoio bem treinada para dar início ao projeto de transição da comunicação dentro do seu colégio. Apesar de os aplicativos escolares trazerem dezenas de ferramentas, cada colégio determina o que, quando e como utilizar, de acordo com sua dinâmica.

O professor vai alimentar os comunicados ou as ações estarão concentradas na coordenação? O departamento de comunicação e marketing alimentará o feed de notícias com artes e informações ou usaremos os modelos de texto oferecidos pelo aplicativo? Vamos manter a agenda física para determinados recados ou tornaremos toda a comunicação digital? Vamos enviar muitos recados diariamente ou nossa demanda não é tão grande?

E possível implantar o app em qualquer cenário e a própria equipe do aplicativo auxilia nesse direcionamento, que pode evoluir aos poucos, de acordo com o perfil do colégio e dos pais.

 

Apoio da operação é fundamental

E para orientar os gestores nessa transição, é importante que a empresa fornecedora da tecnologia seja séria e totalmente dedicada. A equipe operacional do aplicativo deve ir além de cuidar do bom funcionamento do app e bom atendimento aos usuários, oferecendo aos colégios treinamentos diferenciados, materiais personalizados de apoio e orientação.

Aqui no IsCool App, os colégios recebem o apoio necessário para que a adesão dos usuários seja de 100% e que o colégio comprove sua veia inovadora e sustentável de maneira eficaz. Estamos juntos em cada etapa do processo, personalizando o atendimento e sempre trazendo novidades para, cada vez mais, fortalecer sua missão com a educação.