O que é microlearning e como aplicá-lo?

Tendência na educação, as pequenas doses de conhecimento têm auxiliado professores e alunos; conheça mais sobre o conceito e saiba como melhor aplicá-lo em sua realidade

Está pensando em estratégias para maximizar o aprendizado na sua escola? Então, conheça mais sobre a tendência microlearning, que está em alta na educação.

Esse termo em inglês, que já ganhou grande espaço no mundo corporativo, contribui com o desenvolvimento dos estudantes e com a rotina dos docentes. Isso porque o microlearning aumenta o foco das pessoas em conteúdos específicos.

Assim, é possível trabalhar com mais concentração e agilidade na sala de aula. Além disso, o microlearning é uma tendência bastante alinhada com colégios que desejam atuar de forma mais tecnológica.

Quer saber mais sobre o assunto? Acompanhe as orientações que trouxemos aqui no Blog do IsCool App.

O que é microlearning?

Existem muitos conceitos ganhando força no universo corporativo e alcançando novos setores, como é o caso do microlearning na educação. De acordo com o portal da plataforma de recrutamento Gupy, essa técnica de microaprendizado promove o ensino de forma objetiva, com agilidade e facilidade.

É que a metodologia do microlearning está relacionada ao aprendizado de conteúdos específicos por meio da comunicação simples e direta. O microlearning é colocado em prática, por exemplo, por meio de apresentações com duração de cerca de cinco a 20 minutos sobre um assunto específico.

Também é possível desenvolver atividades de forma remota, quando e onde preferir, com conteúdos criativos e interativos. Após iniciativas do tipo, são realizadas outras ações individuais para melhorar o aproveitamento do conteúdo ensinado. Ou seja: o microlearning funciona como uma “dose” de conhecimento sobre um conteúdo específico em sala de aula.

Concluindo, o objetivo principal da tendência microlearning na educação é apresentar uma informação necessária para o desenvolvimento dos estudantes de forma ágil e resumida. Assim, é possível absorver o que é mais importante sobre determinado assunto.

Dessa forma, os professores conseguem expandir a bagagem dos alunos sem a necessidade de dedicar tanto tempo a um conteúdo que não exige todo o esforço. Logo, a atualização dos estudantes ocorre de forma enriquecidora, única e com máxima atenção.

Por que a tendência microlearning precisa fazer parte da sua escola?

Assim como o lifelong learning e compliance, que são conceitos em alta no mercado e já apresentados aqui no Blog do IsCool App, o microlearning na educação está cada vez mais fortalecido. Portanto, é uma tendência que já deve fazer parte da sua escola hoje.

Para começar, a metodologia envolvida valoriza a prática do aprendizado. Sendo assim, é uma tendência que mantêm os estudantes focados no que estão aprendendo e os incentiva a aplicar o conhecimento no dia a dia.

Além disso, como são conteúdos de curta duração, se encaixam melhor na rotina de alunos com muitos compromissos escolares. Esse formato ainda permite que os estudantes observem o rápido desempenho, que pode motivar ainda mais a prática das atividades.

O microlearning também pode contribuir com a resolução de um problema bastante comum na educação: o tempo das crianças e dos jovens na sala de aula. De acordo com dados levantados pela Gazeta do Povo, os estudantes brasileiros passam, em média, somente cinco horas por dia na escola.

Para completar, a reportagem observa que, no Brasil, o tempo pedagógico usado em sala de aula está entre 60% e 65%, enquanto em países com alto desenvolvimento o período é de aproximadamente 90%. Então, criar maneiras de transmitir conteúdos de forma ágil e atenta pode contribuir com a aprendizagem nesses casos e otimizar o tempo em sala de aula.

Vale ressaltar também que essa é uma tendência bastante alinhada com a transformação digital. Afinal, a agilidade proposta pelo microlearning é obtida por meio das plataformas digitais. Assim, os conteúdos podem ser estudados fora da sala de aula onde e quando os estudantes conseguirem acessá-lo, por meio de dispositivos móveis.

3 dicas para aplicar o microlearning na educação

Listamos algumas orientações compartilhadas por especialistas em microlearning que se encaixam no setor da educação. Acompanhe e coloque essa tendência em prática na sua escola.

1. Seja flexível

No conteúdo da RH para Você sobre microlearning, é sugerida a valorização da flexibilidade na transmissão do conceito. Ou seja, utilize ferramentas que os estudantes possam acessar em qualquer lugar, quantas vezes quiserem e no momento oportuno para cada um. Isso permite que tenham mais foco e consumam as informações com mais atenção, pois escolherão o tempo certo de suas rotinas para a atividade.

2. Tenha criatividade

Vale a pena apostar em diversos formatos de conteúdo para colocar o microlearning em prática, como vídeos, áudios e imagens e não só textos. Use também a gamificação a favor dessa prática de aprendizagem simples e ágil. As redes sociais funcionam também como aliadas nesse quesito. Um vídeo de TikTok, que possui duração de menos de um minuto, vai ao encontro dessa estratégia, por exemplo.

3. Organização

Para que as atividades de microlearning sejam eficazes, é necessário um fator muito importante: organização. Tanto os docentes quanto os estudantes devem ficar atentos aos prazos e à forma como vão encaixar essas atividades no dia a dia escolar. Pensando nisso, apresentamos este conteúdo do portal Organize na Prática, com uma série de ferramentas gratuitas que contribuem com a gestão do tempo e dos afazeres pessoais e profissionais.

Para completar, não se esqueça que, para otimizar a gestão escolar, você e a escola podem contar com as funcionalidades do IsCool App. A plataforma traz recursos que possibilitam a personalização e evolução da aprendizagem, bem como o engajamento das equipes e dos estudantes. Saiba mais: www.iscoolapp.net.

Diante disso tudo, esperamos que ao colocar em prática as dicas de microlearning, você consiga maximizar a qualidade do ensino escolar.

E, claro, queremos que continue acompanhando o Blog do IsCool App para se atualizar com as tendências da educação.

Deixe uma resposta