O que é governança e como aplicá-la à gestão escolar

Entenda como esse conceito, que nasceu no mundo corporativo, pode fazer a diferença na sua escola

Conhecer a estrutura da proposta de governança escolar é caminhar para a inovação e o alto desempenho da escola, por meio de uma estrutura bem distribuída e direcionada para a eficiência da instituição e do gestor escolar.

A boa aplicação dos princípios de governança promove a produtividade, o desenvolvimento de capital e um relacionamento igualitário na unidade de ensino e em qualquer empresa que busque atuar com essa proposta administrativa.

Desse modo, o princípio de governança corporativa passou a influenciar a metodologia de gerenciamento de muitas instituições de ensino por conta de sua sistematização e de processos eficientes.

Quer saber como a governança pode realmente mudar o ambiente escolar? Veja aqui os princípios dessa organização e como ela pode ser adotada pela gestão do colégio.

Entenda o que é governança corporativa

Governança corporativa é um conjunto de normas e práticas que determina a estrutura da organização. É um método de sucesso nas empresas que envolve todos os recursos disponíveis, tanto material quanto humano, para um objetivo social e econômico.

De acordo com o IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa), a governança corporativa é “o sistema pelo qual as empresas e demais organizações são dirigidas, monitoradas e incentivadas”. É uma interação que alcança todos os colaboradores, gestores e sócios da empresa.

Trata-se de uma proposta comercial de estrutura e sistematização que se adéqua ao planejamento da gestão escolar, alinhando os interesses e objetivos da escola em prol dos valores da organização.

Por meio desse sistema, que surgiu nos Estados Unidos, o Brasil passou a adotar nos anos 1990 novas teorias corporativas nas empresas que desejavam políticas e iniciativas mais transparentes. Qualquer empresa ou escola pode ser organizada com a governança para alcançarem os objetivos estabelecidos. 

Além de um ambiente de ensino, a escola é um espaço administrativo que precisa conciliar ambos os papéis para oferecer o planejamento anual adequado aos alunos

Sendo assim, aplicar um conjunto de medidas originalmente corporativas na rotina escolar é, na verdade, uma maneira de otimizar os serviços oferecidos e a integração da comunidade em busca do desenvolvimento total da instituição

A eficiência e organização da gestão escolar determinarão a produtividade, os investimentos e o bom andamento do planejamento, bem como a boa imagem da unidade de ensino e dos gestores.

Os quatro princípios básicos da governança corporativa

Para que você possa entender os interesses da governança corporativa nós separamos os princípios básicos dessa proposta. Confira aqui:

1 – Responsabilidade corporativa

O conceito de responsabilidade abrange desde a divisão de tarefas até o zelo por todo capital, considerando todos os sistemas e recursos que compõem a empresa, como: ambiental, financeiro, intelectual e humano.

2 – Transparência

Transparência é o hábito de sempre disponibilizar os dados e as informações atuais da empresa, detalhando a situação financeira e os processos e as práticas adotadas pela atual governança corporativa.

3 – Equidade

O princípio que estabelece o tratamento igualitário dentro da corporação entre os sócios e stakeholders. Para essa proposta corporativa, os deveres, interesses e direitos são considerados e garantidos para todos, permitindo uma convivência justa.

4 – Prestação de contas (accountability)

Os membros da organização devem prestar contas de forma clara e compreensiva, para que possam assumir os resultados de suas ações corporativas, bem como as consequências.

Uma boa organização dos princípios de governança nos conjuntos de práticas e normas determinará o uso do capital e uma justa distribuição de poderes. 

Esses são alguns dos motivos pelos quais os objetivos foram direcionados para o contexto escolar, estruturando o que podemos chamar de governança escolar, uma organização com conceitos e sistemas que integram todos os colaboradores e agentes da escola.

Como aplicar a governança escolar na instituição?

A governança serve para alinhar os interesses e as metas, produzindo um ambiente eficiente, prático e transparente para desempenhar todas as responsabilidades. Assim, a governança escolar deve ser aplicada em todos os departamentos da empresa, para promover a boa convivência entre os setores administrativo e pedagógico, além de otimizar os investimentos da instituição de ensino.

Apesar de ser uma proposta recente dentro do contexto escolar, o conceito de governança se adéqua perfeitamente aos gestores que desejam renovar a forma como comandam e acompanham a rotina administrativa.

Espera-se que a escola se destaque e aprimore a administração técnica com os princípios básicos de governança. O gestor escolar terá uma visão mais detalhada de como a escola está sendo organizada e poderá tomar decisões mais assertivas, assim como determinará as melhores metas para cada setor e cada profissional.

Da mesma forma, essas técnicas garantem a evolução financeira por meio de um bom gerenciamento de caixa e investimentos, dado que um dos pilares fundamentais estabelece a clareza da prestação de contas. 

A governança escolar é o caminho para o desenvolvimento administrativo da escola, pois oferece as ferramentas necessárias para garantir a longevidade financeira e o bom desempenho das funções do gestor escolar.

O que é governança na gestão escolar?

A governança corporativa deve ser aplicada em toda a instituição, inclusive, nos departamentos de gestão e administração de uma escola. Assim, novas práticas serão adotadas nos sistemas de ensino privados e públicos para garantirem que os gestores tenham um papel ativo e colaborativo.

Essa metodologia oferece uma posição de responsabilidade para a criação de estruturas e processos mais democráticos, que consideram a participação de todos os agentes que compõem a comunidade escolar.

É papel do gestor escolar comandar a escola, contudo, com a estrutura da governança corporativa será possível administrar uma empresa educacional com transparência, equidade, seriedade e colaboração de todos.

Ter uma gestão escolar com uma postura de governança corporativa é recriar o ambiente educacional, mesclando práticas de ensino, estrutura econômica e tratamento igualitário em uma organização eficiente.

Ser um bom gestor escolar é promover o bem-estar da instituição e a boa convivência entre todos. Leia também nosso artigo sobre Como analisar, identificar e promover ações contra problemas pedagógicos em sua escola para conhecer outras técnicas que ajudam no ambiente escolar.

Deixe uma resposta