Metaverso na educação: o que podemos esperar?

Assunto amplamente discutido pelas transformações que promete em todos os segmentos, o mundo virtual que visa replicar a realidade é uma revolução tecnológica; mas o que devemos esperar na área da educação?

O metaverso na educação oferece a proposta de experiências imersivas com realidade virtual em prol do desenvolvimento dos alunos. Essa nova ferramenta integra tecnologias de última geração para que as pessoas possam interagir umas com as outras por meio de seus avatares.

A proposta de revolução tecnológica já está presente em alguns lugares, como nos jogos e nas redes sociais. A expectativa é que os benefícios do metaverso sejam implantados em outros segmentos, como em diversos ambientes de trabalho e nas escolas.

Para a educação, essa tecnologia é uma expansão de possibilidades que permite que os alunos visitem o mundo todo em tempo real e tenham uma vivência sensorial de espaços históricos sem sair de casa, além de participarem de outros experimentos virtuais que auxiliam o desenvolvimento de competências e habilidades de ensino.

Afinal, qual o impacto do metaverso na educação? Fizemos este artigo para discutir os principais impactos e as vantagens dessa nova tecnologia para a educação.

O que é o metaverso?

Metaverso é um mundo virtual que combina as tecnologias da internet, realidade virtual, tecnologia 3D e realidade aumentada para criar interações por meio de uma experiência imersiva e compartilhada.

Ele reproduz a sensação de realidade, por isso, pode ser aplicado nos mais diversos contextos sociais, como nas escolas. Toda a interação de sala de aula poderia ser transferida para o ambiente do metaverso. Esse é o principal ponto de discussão sobre as vantagens e desvantagens dessa tecnologia para o ambiente escolar.

O espaço virtual está em teste em grandes polos de tecnologia. Empresas como o Facebook já investem na realidade virtual, mas essa ainda é uma tecnologia que precisa ser aprimorada e que requer ótimo processamento de dados via internet para ser democratizada e aplicada em todos os ambientes.

A experiência de imersão do metaverso já está presente nos videogames, como o jogo Second Life (2003), além de ser um tema bastante abordado em muitos filmes e livros. O termo foi utilizado pela primeira vez no livro Snow Crash, de Neal Stephenson, em 1992.

Como o metaverso será usado na educação?

O metaverso oferece uma proposta de integração e mudança da metodologia tradicional de ensino, colocando em evidência o potencial pedagógico da internet e suas interações sociais.

De acordo com o portal on-line do Sebrae, o metaverso na educação maximiza a proposta de educação à distância, permitindo que os alunos visitem os grandes espaços históricos do mundo por meio da tecnologia de experiência imersiva.

O ensino vai incorporar cada vez mais a tecnologia em sua metodologia pedagógica e é nessa transformação que a experiência imersiva e a utilização do ensino híbrido se apresentam como a melhor forma de utilizar o avanço tecnológico em prol do desenvolvimento de crianças e adolescentes.

A capacidade pedagógica da web já ficou em evidência com o ensino remoto provocado pela pandemia de 2020. Assim, percebeu-se que é possível desenvolver outras formas de aprendizado com as plataformas digitais, indo além da sala de aula.

Desse modo, o metaverso na educação é um segundo passo dessa mudança. Será usado para repassar o conteúdo de ensino em uma plataforma de realidade virtual que pode ser acessada de qualquer lugar do mundo.

O futuro da educação no metaverso

A realidade virtual compartilhada fará parte da dinâmica escolar e os impactos do metaverso serão visíveis em diversos campos da educação, seja nas salas de aulas, seja nos setores administrativos da instituição.

Por isso, veja abaixo uma lista das principais áreas que serão transformadas com a presença do metaverso:

Ensino híbrido

O metaverso na educação permite que o desenvolvimento do aluno seja feito de acordo com a necessidade da atividade pedagógica, com aula presencial ou virtual por meio da experiência imersiva.

Ensino remoto

O ensino remoto foi um grande aliado da educação durante a pandemia e também passará por uma reformulação no metaverso, sendo um ambiente de ensino imersivo e sensorial que oferece as ferramentas necessárias para qualquer aula.

Suporte administrativo

Os departamentos administrativos da instituição poderão utilizar o metaverso para realizar matrículas, atendimentos aos pais e responsáveis, bem como para organizar outras questões internas da escola.

Espaços compartilhados

Uma das maiores vantagens desse ambiente virtual é a possibilidade de compartilhar um espaço com muitas pessoas da escola ou de qualquer lugar do mundo, aumentando a troca cultural por meio de vivências distintas.

Segundo o artigo do Sebrae intitulado Metaverso na educação: quais as possibilidades?, a proposta em questão é o caminho para o fim dos limites geográficos e uma forma de garantir a convivência social.

Formação dos professores

Essa tecnologia não influencia somente os alunos; estará à disposição dos professores e colaboradores para que aprimorem seus conhecimentos com a formação continuada em ambientes virtuais, inclusive, trocando conhecimento com colegas de outras escolas do mundo.

O metaverso será uma ferramenta de ensino presente em todos os níveis da educação, permeados por momentos interativos e cada vez mais virtualmente sociais.

Qual a influência da tecnologia do metaverso na educação?

A verdadeira influência do metaverso será a possibilidade de explorar as práticas de ensino, reconhecendo que um ambiente de realidade virtual compartilhado também é o caminho para o desenvolvimento escolar.

Além disso, a realidade virtual poderá fazer parte da rotina de toda a comunidade escolar, aproximando os pais e os professores e priorizando um ensino personalizado e enriquecedor para cada aluno, independentemente de onde ele esteja.

Portanto, as transformações do metaverso para a educação estão diretamente ligadas à facilidade da troca de informações e de repassar o conteúdo pedagógico em um espaço virtual altamente educativo e sociável. Trata-se de uma tecnologia que promete ser o centro do mundo dentro e fora da realidade virtual.

Aproveite para ler outros artigos no blog do IscoolApp sobre como você pode aplicar a tecnologia e as redes sociais nas atividades escolares.

Cidadania Digital: o que é e como ensinar?

Os principais temas pedagógicos de 2022

Inteligência Artificial na educação

Deixe uma resposta