Inteligências múltiplas: o que são e como a escola pode ajudar?

Graças ao ensino cada vez mais personalizado, é possível identificar e desenvolver habilidades específicas nos alunos, potencializando as inteligências múltiplas; entenda a importância desse assunto para sua escola

Você sabia que não existe somente um, mas sim oito tipos de inteligência? Estamos falando do conceito das inteligências múltiplas. Conhecer mais afundo o assunto pode impactar diretamente o desenvolvimento dos estudantes na escola.

As inteligências múltiplas não são novidades. Esse termo surgiu na década de 1980, quando Howard Gardner o apresentou ao mundo após concluir uma densa pesquisa sobre o tema. Segundo o psicólogo, a inteligência humana seria composta por oito partes, cada uma delas relacionadas às capacidades e habilidades desenvolvidas pelos indivíduos no decorrer da vida.

Sendo assim, identificar as inteligências múltiplas e realizar atividades que contribuam com a evolução dos estudantes pode elevar a qualidade de ensino e a aprendizagem, resultando em uma formação ainda melhor.

Então, conheça mais sobre cada uma das inteligências múltiplas e como trabalhá-las de forma moderna e atualizada na educação por meio da personalização do ensino.

Inteligências múltiplas: o que são e qual a importância no ensino?

De acordo com a teoria, o cérebro humano possui oito tipos de inteligência. Todavia, cada pessoa desenvolve uma ou duas delas, conforme explicado neste conteúdo da Uniandrade.

Logo, justifica-se o fato de algumas pessoas terem mais habilidades relacionadas a um tema que outras. Como, por exemplo, existem indivíduos com um desempenho exemplar em matemática, mas péssimos na escrita e língua portuguesa. Outros com ótimas aptidões para a música e aqueles com péssima coordenação motora.

Nesse sentido, cabe à escola identificar quais são as principais inteligências dos estudantes e, a partir disso, contribuir com o desenvolvimento. Além disso, é importante que o ambiente escolar proporcione atividades em que as outras inteligências também sejam desenvolvidas para a superação das dificuldades. Assim, os estudantes terão ainda mais oportunidades.

Conheça os oito tipos de inteligências múltiplas

  • Lógico-matemática: capacidade de resolver cálculos e problemas abstratos de forma estratégica.
  • Linguística: habilidade de se comunicar e expressar.
  • Corporal: relacionada à expressividade artística e esportiva.
  • Naturalista: mais presente em pessoas com facilidades de lidar com a natureza, como animais, plantas e outros elementos ambientais.
  • Interpessoal: capacidade de se relacionar e liderar outros indivíduos.
  • Espacial: noção elevada de movimentos e da disposição de objetos.
  • Intrapessoal: relacionada à autoestima e autoconhecimento, como também à elevada compreensão das emoções.
  • Musical: alta capacidade de reconhecer e reproduzir sons.

Como a personalização do ensino contribui com as inteligências múltiplas

Agora que você já sabe mais sobre as inteligências múltiplas, pense: como sua escola contribui com o desenvolvimento dos estudantes nesse sentido?

Uma forma de trabalhar as inteligências múltiplas é por meio da personalização do ensino. Essa tendência da educação contribui com o desenvolvimento de muitos estudantes. Isso se aplica, principalmente, nesse momento de retomada das aulas presenciais, como uma forma de otimizar o nivelamento de aprendizagem entre os jovens que não conseguiram acompanhar conteúdos durante o ensino em casa.

O ensino personalizado engloba as atividades focadas no desenvolvimento individual. Logo, ao conhecer melhor cada uma das inteligências múltiplas e quais são mais relevantes para cada estudante, é possível desenvolver atividades que respeitem limitações e exaltem características dos alunos.

Conforme conteúdo do Blog Ciranda de Livro, o ensino personalizado baseia-se nos diferentes ritmos de aprendizado de cada estudante. Dessa forma, trabalha-se a inteligência identificada de acordo com sua bagagem e contexto social.

Então, aqui está um rápido checklist para você aplicar a educação personalizada a favor do desenvolvimento das inteligências múltiplas na escola:

  • Comece coletando dados sobre os estudantes, com pesquisas que mostrem suas principais capacidades e habilidades.
  • Atualize o ambiente escolar, oferecendo a infraestrutura necessária para cada atividade.
  • Não hesite em buscar ajuda: consulte mentores relacionados a cada uma dessas inteligências múltiplas.
  • Seja criativo e proporcione experiências além das esperadas. Por exemplo: se está trabalhando a inteligência musical, que tal oferecer instrumentos diferenciados, ou oportunidades de criação de bandas entre os estudantes?
  • Para concluir, o planejamento das atividades deve ser focado nas inteligências múltiplas de forma completa. O estudante precisa desenvolver o que já sabe, mas também aprender formas de melhorar outras inteligências.

Saiba mais sobre a relação entre tecnologia e inteligências múltiplas

A tecnologia é uma importante aliada das escolas, inclusive das que querem trabalhar as inteligências múltiplas entre os estudantes.

Recentemente, falamos da educação STEM aqui no Blog do IsCool App. Uma das letras dessa sigla é a T, que representa a Tecnologia. Aqui, o objetivo é aplicar todos os níveis de conhecimento da área, do básico ao avançado, para desenvolver habilidades e competências do aluno.

Isso pode se relacionar ao ensino e aprimoramento de diversas inteligências. Vamos além em alguns exemplos: já pensou utilizar ferramentas como a criação de um espaço no metaverso, a favor do desenvolvimento da inteligência interpessoal? Ou ainda aplicar a inteligência artificial como suporte de atividades focadas na lógica-matemática?

Essas são algumas das inúmeras possibilidades que o uso das tecnologias traz para as salas de aula. Não à toa, a tecnologia foi um dos assuntos mais discutidos da Bett Educar 2022. E nós estávamos presentes, inclusive, para apresentar as nossas tecnologias que contribuem com a gestão escolar.

Portanto, ao personalizar o ensino para trabalhar as inteligências múltiplas na escola, não se esqueça desses recursos inovadores que podem fazer muita diferença na aprendizagem atual.

E, então, gostou do nosso conteúdo sobre inteligências múltiplas na escola? Continue acompanhando o Blog do IsCool App para se atualizar com as principais tendências e dicas que fortalecem o ensino e as atividades da sua instituição!

Deixe uma resposta