Especial matrícula 2023: como realizar uma boa pesquisa de satisfação e utilizá-la a favor do colégio

O planejamento da sua campanha de matrícula começa com os resultados da pesquisa de satisfação dos clientes e de uma análise crítica de todo o ano anterior; saiba como aplicar essa importante ferramenta de medição

A chegada do segundo semestre é o momento propício para pensar na campanha de matrícula com foco em 2023. Essa é a hora em que a direção, coordenação e equipe de marketing devem trabalhar com estratégias assertivas para reter e conquistar novos alunos.

Nesse sentido, uma ação que não pode faltar no planejamento da campanha de matrícula de 2023 é a pesquisa de satisfação com as famílias. Trata-se de uma ferramenta essencial para captar informações que direcionem melhorias nos processos da instituição.

Nesta primeira matéria de nosso Especial Matrículas apresentamos dicas do IsCool App para gestores que desejam realizar uma boa pesquisa de satisfação e usar os dados obtidos a favor das atualizações. Acompanhe o conteúdo e aprimore suas ações com eficiência, praticidade e tecnologia.

Qual a importância da pesquisa de satisfação para escolas?

Primeiramente, a pesquisa de satisfação deve ser um dos primeiros passos de uma campanha de matrícula. Pois somente com as informações compartilhadas será possível obter dados sobre a real percepção dos responsáveis em torno das atividades escolares.

Então, vale lembrar que a pesquisa de satisfação também pode ser aplicada entre os alunos, bem como entre os colaboradores da escola. Afinal, quanto mais dados e visões sobre as atividades forem captados, melhor será a tomada de decisão da gestão.

O portal Resultados Digitais listou os principais benefícios obtidos com uma pesquisa de satisfação, e eles podem ser conquistados durante a sua campanha de matrícula também. Confira!

Tenha mais conhecimento sobre os responsáveis pelos alunos

A pesquisa de satisfação nas escolas permite que os gestores captem dados para conhecerem melhor o perfil dos responsáveis pelos alunos. Isso porque, nessas ocasiões, são fornecidas informações desde a faixa etária até condições financeiras. E ainda é possível adicionar campos sobre expectativas ou até mesmo gostos pessoais dos entrevistados, o que também pode resultar em novas ações que atendam a essas demandas.

Sendo assim, os dados coletados serão fundamentais para a criação de ações em 2023 que satisfaçam todos.

Melhore a imagem e os processos da escola

Também por meio da pesquisa de satisfação é possível identificar pontos de melhoria e realizar mudanças que impactem na imagem da instituição. Os feedbacks negativos ou reclamações são excelentes para orientar atualizações mais urgentes. Afinal, esses problemas podem impactar diretamente no crescimento da escola ou até mesmo gerar uma crise. Então, ao ouvir o que os responsáveis têm a dizer na campanha de matrícula, a escola tem mais informações em mãos para inovar e solucionar pontos necessários.

Fidelize e crie relacionamento

Quando a escola mostra que está disposta a ouvir e dialogar por meio da pesquisa de satisfação, reforça o relacionamento com os responsáveis. Dessa forma, também fideliza essas pessoas e consegue reter alunos na instituição. Pois quando as sugestões de melhoria são recebidas e resolvidas, a sensação de pertencimento dos responsáveis é ampliada. Isso demonstra que a escola também se preocupa com as mesmas questões, promovendo uma identificação entre ambas as partes.

7 orientações para criar uma boa pesquisa de satisfação

Em um mundo cada vez mais veloz, conseguir parar e responder uma pesquisa de satisfação pode ser um grande desafio na vida dos responsáveis dos alunos. Nem todos têm ou querem dedicar tempo à essa tarefa. Logo, a pesquisa de satisfação da campanha de matrícula deve considerar alguns fatores que contribuem para o sucesso da ação. Então, apresentamos algum deles a seguir.

1. Defina um objetivo

Para começar, elenque quais dúvidas você deseja responder com a sua pesquisa de satisfação. Essa é uma excelente oportunidade para listar o que quer descobrir sobre a visão que os responsáveis têm sobre a escola e as atividades. A partir disso, será mais assertivo criar as perguntas.

2. Seja direto

Em seguida, considere poucas questões para a pesquisa de satisfação. Sendo assim, pense em formatos práticos, rápidos e textos diretos com alternativas de respostas, por exemplo, para que os responsáveis resolvam da forma mais simples possível.

3. Expanda as possibilidades

Continuando, inclua campos que permitam adicionar sugestões ou outros feedbacks na pesquisa de satisfação, além das já levantadas no formulário. Dessa forma, os responsáveis terão espaço para compartilharem pontos extras.

4. Atente-se aos canais de divulgação

Escolha os meios que os responsáveis estão mais habituados. Se o seu aplicativo de comunicação é bastante difundido e garante adesão dos pais, alunos e colaboradores, então utilize-o para divulgar e realizar o questionário. O IsCool App, por exemplo, conta com o módulo de enquetes e também com os formulários dinâmicos. Ambos atendem à demanda e ainda trazem relatórios completos para análise de resultados. Nesse sentido, pense que a tecnologia é uma importante aliada para facilitar processos e que pode otimizar a ação ao agregar mais agilidade e facilidade à resolução.

5. Estimule a participação

Além da ampla divulgação da pesquisa, procure entender o que levaria seu público a respondê-la. Muitas instituições sorteiam brindes entre os participantes, outros garantem mais desconto em determinada ação. Um bom caminho, de qualquer forma, é deixar claro que esta ação é para dar mais voz à comunidade escolar, é a oportunidade de expor opiniões e críticas verdadeiras, de transmitir o sentimento de pertencimento.

6. Registre as informações obtidas

Após realizar a pesquisa de satisfação, analise os resultados e registre as informações para mantê-las arquivadas. Mais uma vez, aqui a principal sugestão é que os dados sejam salvos em plataformas digitais, que permitem o rápido acesso aos resultados. Porque, além disso, essa decisão traz mais segurança para as informações obtidas. Afinal, o risco de perdas é mitigado com as tecnologias para proteção de dados.

6. Divulgue

É comum que uma pesquisa gere curiosidade. Trabalhe isso a seu favor na comunicação e no marketing divulgando os resultados, mesmo que sejam pontos críticos. Esta é a oportunidade de responder aos stakeholders como eles gostariam, com seriedade, fortalecendo também o nome da instituição. A ampla divulgação inclui seu aplicativo escolar, mas também mídias sociais e estratégias de captação de novos alunos.

Deixe uma resposta