A importância do jornalismo na escola

Muito além das análises e do estilo de redação; entenda como o jornalismo na escola pode e deve ser trabalhado, inclusive como ferramenta contra as fake news

A informação faz parte do nosso cotidiano. Nos dias de hoje, então, está presente em todo lugar, tanto no universo off-line quanto no on-line. Logo, abordar o jornalismo na escola torna-se um importante diferencial.

Isso porque a formação de estudantes com senso crítico afiado contribui com a construção de uma sociedade ainda melhor. Afinal, com a temática em cena, eles também vão aprender a diferenciar notícias falsas das verdadeiras.

Aplicar o jornalismo na escola ainda pode favorecer a gestão, contribuindo com a captação e retenção de estudantes. Continue com a leitura e entenda as vantagens de discutir o tema entre os estudantes de forma moderna e tecnológica.

Por que ensinar jornalismo na escola?

Idiomas, música, dança, teatro, circo, programação… Ensinar disciplinas diversas e oferecer formação além das exigências do currículo torna a escola mais competitiva. Por isso, incluir o jornalismo no plano de ensino é uma boa opção para gestores que querem fortalecer o nome da instituição, posicionando-se como um colégio moderno e atualizado.

Além disso, essa estratégia não beneficia apenas a captação e retenção de alunos, mas também proporciona uma aprendizagem ainda mais completa. Ensinar o jornalismo na escola colabora com a formação de indivíduos mais críticos e preparados para o futuro.

Você sabia que a falta do jornalismo no dia a dia da sociedade impacta as desigualdades sociais e econômicas? Pesquisas publicadas pelo portal Poder 360 afirmam que a participação de eleitores diminui e a corrupção pode aumentar em comunidades onde não existem veículos de notícias, por exemplo.

Para completar, o jornalismo na educação é uma forma de tornar os estudantes mais conscientes sobre as informações que recebem. Dessa forma, combate-se as fake news com leitores mais atentos e com melhor interpretação de dados.

Vale lembrar ainda que o jornalismo na escola está contemplado na BNCC (Base Nacional Comum Curricular) como parte da disciplina de língua portuguesa, conforme abordado neste conteúdo sobre o assunto na Folha de São Paulo.

Com tantas ferramentas e recursos disponíveis para criação e acesso a conteúdos, as escolas podem ir além e criar atividades focadas no assunto como opções complementares. Já imaginou que interessante seria criar o próprio jornal ou portal de notícias da instituição?

Vantagens de aplicar o jornalismo na escola

  • Desperta o olhar crítico dos estudantes;
  • Torna a escola mais competitiva;
  • Contribui com a formação de leitores mais conscientes;
  • Incentiva a comunicação e as habilidades para questionamento;
  • Impulsiona a criatividade e tomada de decisão dos estudantes ao realizarem pesquisas;
  • Refina senso visual ao realizar gravações em vídeos ou fotos;
  • Colabora com a criação do diálogo sobre visões diferentes.

Como sua escola combate as fake news?

Já trouxemos essa pauta ao Blog do IsCool App, mas ela continua bastante atual, principalmente devido à popularização das redes sociais. Nessa realidade cada vez mais conectada, aumentam também a quantidade de fake news circulando entre nós.

Como sua escola tem atuado para combater essa questão? Afinal, os prejuízos causados pelas fake news afetam a todos.

Portanto, ao trabalhar o jornalismo na escola, é importante que as fake news sejam abordadas, porque a desinformação é um problema presente na sociedade. Para isso, vamos relembrar dicas que contribuem com o combate às fake news:

  • Quando as notícias falsas forem abordadas com os estudantes, discuta os valores da verdade e as consequências da mentira;
  • Mostre como realizar o uso consciente da internet e das redes sociais, evitando o compartilhamento de conteúdos falsos;
  • Ensine os estudantes a identificarem os conteúdos, como ensinado neste material da Esalq-USP.

Saiba como a tecnologia contribui com o ensino do jornalismo na escola

Você já compreendeu as razões para ensinar o jornalismo na escola. Agora, é hora de dar um passo a mais nessa decisão e tornar o tema uma realidade entre os estudantes. Mas, para isso, que tal fugir do convencional e pensar “fora da caixa”, usando a tecnologia a favor do ensino?

Afinal, as crianças e os jovens de hoje já não são tão próximos das notícias impressas. Portanto, listamos aqui algumas dicas para gestores que querem aplicar o jornalismo na escola de forma moderna e atualizada com os novos comportamentos.

Apuração

Para começar, toda notícia inicia-se com a apuração das informações. Por isso, os jornalistas precisam de ferramentas e recursos que contribuam com as descobertas.

Assim, ao trazer a pauta do jornalismo na escola, a instituição pode oferecer câmeras digitais para captação de vídeo e foto, gravadores ou dispositivos móveis que permitam o registro de entrevistas.

Vale lembrar que é fundamental oferecer ainda equipamentos para a produção de texto, bem como dicionários, manuais de redação, computadores com acesso à internet e outros conteúdos para as pesquisas.

Editorias

O jornalismo divide-se em diversos assuntos. Então, os responsáveis pelas atividades noticiosas precisam saber e ensinar as diferenças entre as editorias e desenvolver conteúdos baseados nos contextos.

Entre as editorias mais comuns, por exemplo, estão a de comportamento, esporte, cultura, política, economia, policial e gastronômica. Portanto, cabe ao docente organizar o planejamento e tornar a atividade uma aliada da aprendizagem.

Mídias

Continuando, após a apuração, defina como e onde serão divulgadas as notícias. Hoje, além do impresso, existem diversas formas de levar o conteúdo adiante com baixos investimentos.

É possível, por exemplo, criar uma newsletter por meio de plataformas gratuitas e disparar as matérias direto na caixa de e-mail dos assinantes – que nesse caso podem ser os responsáveis dos estudantes. Ou ainda criar um blog, ou perfis nas redes sociais para publicação de posts noticiosos (com administração e supervisão dos docentes).

Temos uma dica de e-book para te ajudar!

Você conhece a Revista Qualé? Especialista em jornalismo para crianças, a Qualé é uma aliada de professores que querem abordar as notícias com os alunos de forma diferenciada. Logo, tem ganhado renome na pauta nacional da educação midiática. Inclusive, foi destaque na última edição da Bett Educar.

Recentemente, a Qualé lançou o e-book “Introdução ao Jornalismo para Educadores”, que pode ser acessado gratuitamente aqui. O conteúdo aborda a diferença entre notícia e reportagem e traz informações sobre a importância e ética na apuração jornalística.

Para completar, ainda ensina sobre o lead, parágrafo inicial do texto noticioso, e traz insights sobre fake news. Acesse e confira!

Continue acompanhando o Blog do IsCool App para se atualizar sobre as notícias da educação e dicas de gestão escolar!

Deixe uma resposta