As 5 principais competências de um diretor escolar no novo normal

Como a pandemia transformou também o jeito de gerir uma escola? Saiba quais são as qualificações e competências essenciais do diretor escolar frente aos atuais desafios

Os diretores escolares estão em um dos momentos mais desafiadores da história da educação.

Sobretudo, devido às condições de trabalho em constante mudança após a chegada da pandemia, professores e escolas são continuamente forçados a se adaptar para educar os alunos com segurança, sem abrir mão da qualidade e do cronograma.

Desta forma, também, nos últimos dois anos os papéis dos que estão à frente da gestão escolar foram inesperadamente alterados pela crise do Covid-19.

Muitos diretores estão improvisando para se ajustar ao novo normal. Além do mais, poucos têm apoio para sua função ou receberam orientações claras sobre como proceder diante dessa mudança.

Assim, ainda há muitas dúvidas sobre quais competências do diretor escolar são esperadas.

Matriz Nacional Comum de Competências

Para buscar entender como os líderes estão realizando a gestão escolar nessa nova fase da educação, a organização Nova Escola publicou matéria em seu blog, intitulada “Quais competências devem ser desenvolvidas pelos diretores?”, que fala sobre a Matriz Nacional Comum de Competências do Diretor Escolar.

Esse documento foi encaminhado em dezembro de 2020 ao Conselho Nacional da Educação (CNE) e aprovado em maio deste ano. Atualmente se encontra disponível para consulta pública.

Semelhante aos textos da Base Nacional Curricular Comum (BNCC), a Matriz também estabelece 10 competências gerais.

Entre os pontos contemplados temos: a parceria com as famílias e comunidade escolar, o gerenciamento de recursos para garantir a organização escolar, e o compromisso com a formação continuada dos professores e com o cumprimento da BNCC.

As 5 principais competências exigidas ao diretor escolar

Para elucidar esse tema tão importante, extraímos da Matriz de Competências do Diretor Escolar 5 das principais qualificações que um líder de gestão escolar deve ter. Confira:

1 – Coordenar o programa pedagógico da escola

Estudos recentes demonstraram que os alunos aprendem melhor quando o diretor escolar também se envolve ativamente no desenvolvimento do programa pedagógico, não deixando essa tarefa somente para o coordenador.  

2 – Ter proatividade para buscar diferentes soluções 

Com a maior necessidade de recursos tecnológicos por conta das mudanças que ocorrem na educação ao longo dos anos, e ainda pensando no futuro, é necessário que o diretor busque alternativas para a educação no sistema híbrido (ensino a distância e presencial).

Assim antecipa-se a eventuais fechamentos da escola e também oferece inovações para que os alunos possam estar conectados com os empregos do futuro. 

3 – Exercitar a empatia, o diálogo e a resolução de conflitos

É natural que os líderes escolares se sintam fortemente responsáveis por garantir o bem-estar de seus alunos durante esta crise. Esse senso de responsabilidade pode ser utilizado para apoiar os alunos e familiares na resolução de conflitos.

De maneira geral, os diretores escolares estão mais preocupados com o bem-estar dos alunos, ensino on-line e finanças, nessa ordem.

4 – Incentivar clima escolar propício para a aprendizagem

Será importante que o diretor busque atuar de forma aberta ao diálogo, propiciando um clima escolar saudável para que todos falem sobre seus anseios e receios relativos à aprendizagem.

Vale lembrar que os alunos permaneceram um longo período isolados em suas casas, ansiosos e muitas vezes cercados de dúvidas e inseguranças em relação ao seu aprendizado e ao futuro. 

A boa liderança nas escolas promove ambientes de aprendizagem estimulantes que ajudam as crianças a crescer e se desenvolver. 

Para cultivar esse ambiente, os diretores das escolas devem navegar e promover a colaboração através da rede frequentemente complexa de partes interessadas: professores, alunos, pais e comunidades locais.

5 – Realizar monitoramento e avaliação constante

Com as perdas de aprendizado relacionadas ao período de fechamento das escolas, é provável que muitos alunos terão que realizar aulas de reforço escolar.

Também é necessário fazer um reconhecimento do aprendizado geral da turma. Nesse sentido, será fundamental que o diretor procure ações de monitoramento e avaliação constantes.

Liderando pela incerteza

Embora significativa, é improvável que a pandemia de Covid-19 seja a última crise que enfrentamos em nossa vida, e não é a primeira vez que diretores são chamados para liderar em tempos de crise. 

Na era digital, o problema que os líderes enfrentam muitas vezes não é a falta de informação, mas sim uma quantidade avassaladora dela.

Portanto, uma comunicação clara, simples e frequente é fundamental para compartilhar informações atualizadas, manter canais de comunicação abertos e enfrenar os desafios impostos.

5 principais desafios do diretor escolar hoje

Assim, aqui listamos as principais adversidades vividas atualmente pelos diretores escolares e enfatizamos como eles podem ser vencidos com a ajuda de uma boa gestão de comunicação e de crise:

1 – Desafios de saúde mental e bem-estar 

Professores e alunos que podem ter sofrido de ansiedade, depressão, isolamento. Os diretores terão de ser treinados na identificação dos sintomas desses desafios e nos métodos mais eficazes e empáticos para lidar com eles.

2 – Perdas de aprendizagem entre os alunos

Aulas rápidas de apoio pedagógico com agrupamento baseado em competências podem ser a resposta a esse desafio, mas isso exigirá suporte adicional para diretores e professores.

3 – Perda de alunos e professores

Sabemos que uma grande quantidade de trabalhadores que perderam seus empregos tiveram de mudar de cidade durante a crise. Embora muitos retornem a viver próximo à escola, outros podem não voltar. E dependendo da eventual disseminação do coronavírus, pode haver perda de vidas entre professores, pais e alunos. 

Para esses casos, os líderes das escolas terão que planejar vários cenários e contar com ajuda especializada.

4 – Garantindo suprimentos adequados

Com a interrupção nas cadeias de suprimentos, alguns materiais de uso escolar podem estar em falta ou passarem a custar o dobro e caberá aos diretores descobrirem os planos para a continuação do aprendizado sem que isso comprometa esse processo.

5 – Programação e outros desafios logísticos

Dependendo do grau de internações de Covid-19, pode haver desafios de programação em relação a abertura total ou parcial das escolas para o ensino presencial. 

Isso significa que os diretores terão que estar preparados para operar suas escolas com um alto grau de flexibilidade até que a situação se normalize de vez.

Diretores mais preparados

Os desafios enfrentados pelos sistemas de educação são grandes. Os diretores escolares são uma camada importante no sistema educacional que pode atuar como um agente motivador e coordenador para garantir que professores, alunos e famílias estejam conectados aos planos pedagógicos baseados na BNCC e no novo normal.

Além disso, líderes escolares fortes conhecem bem as necessidades de suas comunidades e podem ajudar a direcionar de maneira eficaz os recursos disponíveis para aqueles que precisam deles.

Só uma coisa é certa: todos sairemos mais preparados para crises depois desta pandemia. Que os aprendizados, portanto, nos ajudem nas jornadas e desafios futuros.

Leia mais:

6 características essenciais que todo pedagogo deve ter

Como ter sucesso na jornada de captação de alunos

5 maneiras de melhorar a retenção e a lealdade dos alunos

Deixe uma resposta